Um, dois, três e quatro dobro a perna e dou um salto!

Mah / 17 jul,2017 /ETC

Antes de começar gostaria que escutassem comigo esta música: A Bailarina de Lucinha Lins.

Agora vamos lá! Por que esta música? Porque lá atrás, quando eu tinha 8 anos de idade, teve uma apresentação no colégio e esta música tocou. Os alunos foram sorteados em grupos de profissões e eu não caí no grupo das bailarinas, eu dancei representando cantores de sertanejo. Sim, hoje com 28 anos ainda me lembro disso porque marcou demais: EU QUERIA FAZER A COREOGRAFIA DA BAILARINA! Eu fazia ballet no colégio! Frustradíssima. hahahaha

Parei com o ballet logo cedo porque a enxaqueca começou a aparecer. Então, bora deixar de escutar música muito alta; porém esta dança específica não saiu da minha cabeça em nenhum momento da vida. Vivo tentando me alongar o máximo que posso, quando tenho que pular de algum lugar tento cair no chão sem fazer barulho, e óbvio que alguns passos ficam na mente.

Vida passa, faculdade, idade adulta, trabalho, passa o tempo, saúde, melhor fazer alguma atividade física né? “Maraisa, vamos para a academia?” NÃO! Aquele clima, pré treino, esteira, equipamentos, bicicleta…. QUE TORTURA PARA MIM! Aí tento fazer na academia do prédio, mas cadê a vontade? É melhor porque não tem aquele monte de gente, mas ficar parada andando olhando para uma televisão? Por favor não!

Eis que me lembro do que? Sim! Do ballet! Um, dois, três e quadro dobro a perna e dou um salto! Vou dançar ballet de novo mas aceitam adultos? Uma amiga me fala do Anacã mas as unidades eram bem longe de casa; só de pensar em sair ficar um tempo no trânsito para dançar e voltar me dá preguiça (Confesso! Tenho ume preguiça tremenda de sair da minha aconchegante casa). O que acontece Brasil? Anacã abre unidade no Morumbi, posso ir andando! AAAAAHHH QUE FELICIDADE! Lá vamos nós com quase 30 fazer ballet para iniciantes com esta cara de alegria:

Sabe quando você vai para um lugar com prazer? Não quer perder uma aula? Quando você sai feito louca comprando collants de todos os modelos possíveis para ser a bailarina mais plena que puder? Essa sou eu agora. Uma felicidade estampada do rosto de quem conseguiu encontrar a atividade física que te traz motivação, que te desafia e te faz querer ser sempre melhor.

Isis é uma professora que te puxa em todos os sentidos: puxa pra cima, puxa para os lados, puxa a perna, puxa a coxa puxa o pé e puxa a aula. hahahaha Mas eu não poderia aprender com pessoa mais determinada! Ela me faz ficar assim. Claro que saí dolorida das primeiras aulas; entretanto, isso não é nada perto de um passo que você consegue realizar.

Sempre posto sobre minhas aulas no Insta e se quiserem seguir, sintam-se à vontade (@blzinterior). Voltarei aqui para contar como foram os dois primeiros meses, o que mudou em mim e no meu corpo com a dança.

Não sabia, mas dançar te alegra num nível que hoje, sugiro que todo mundo tente um dia. Bora?

Beijos
Mah

Postado em ETC

6 thoughts on “Um, dois, três e quatro dobro a perna e dou um salto!

  1. Ai… que saudades da época em que fazia ballet. Depois que passei para o jazz nunca mais voltei, fiquei com vergonha porque me achava ‘velha’ pra fazer ballet.
    Você me motivou, tanto pela iniciativa quanto pela lembrança da música.
    Vá em frente!!!

  2. Oii lindona, tudo bem?

    Que bom te ver assim maravilhosa e plena, preciso fazer atividade física urgente, mas ainda não descobri o que eu quero, a preguiça me mata e eu também detesto academia, seu texto me ajudou a refletir. Um beijo e sucesso 😀

  3. E com este post descubro que Maraísa é praticamente minha vizinha!!! MEU DEUS ME SEGURAAAAAAAAAAAAAA!! KKKKKKKK eu faço academia, sinceramente AMO, principalmente a parte das danças, porém quero voltar a fazer dança mesmo (junto com a academia, morre mas morre feliz!). Fiz dança de salão um tempo mas fecharam a academia, agora Maraísa no ballet?? Só pode ser um sinal…

  4. Amei seu blog!
    Sinto saudades do Ballet, comecei com 8 anos e parei aos 10.
    Agora sou dura igual a uma tábua, sem flexibilidade alguma. Rs
    Quem me dera aos 22 anos conseguir novamente!!!

    Parabéns e continue, sei que é maravilhoso e faz um bem danado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome *