O que são parabenos?

28
mai

Há alguns anos, tem se falado muito em parabenos, principalmente nos cosméticos. Para ser sincera, eu nunca tinha parado para entender o porquê de muitos se voltarem contra este ingrediente presente na maioria das fórmulas. Fui atrás para conhecer.

O mundo em que vivemos, como é sabido, nem sempre foi assim com tantos aparelhos que facilitam a nossa vida. Quando estudamos história, aprendemos que lá atrás não existia geladeira, e qual era a forma de conservar a carne fazendo com que ela durasse mais tempo? Sal. Mesmo utilizando o sal, a carne não durava tanto quanto dura se colocarmos no freezer. O freezer faz com que a carne dure muito mais a um custo bem mais baixo.

Partindo desta história, o parabeno, assim como o sal, também serve para conservar. Ele é utilizado em diversos itens, principalmente cosméticos. O parabeno é um conservante sintético (fabricado em laboratório), que conserva o produto e inibe a propagação de mricroorganismos dentro da fórmula. Se tornou muito utilizado pela indústria pois tem um custo baixíssimo e se mostra eficiente.

Existem diversos tipos de parabenos como metilparabeno, etilparabeno e propilparabeno. A diferença entre eles, além de obviamente a fórmula química, é que cada um serve para determunados tipos de soluções: aquosas, oleosas, fluidas…

Pronto, entendemos um pouquinho sobre isso. Mas por que este auê todo em volta destas substâncias? Por que muitos condenam produtos com parabenos?

Vamos lá: Em 1998, foi descoberto que os parabenos possuem a estrutura química parecida com a do hormônio estrogênio. Quando aplicamos um cosmético que possua parabenos, ele é absorvido através da pele, vai para as glândulas e logo após para a corrente sanguínea, sendo interpretado pelo nosso sistema endócrino como estrogênio. O excesso de estrogênio no organismo pode gerar problemas como: baixa libido, depressão, ansiedade, retenção de líquidos e consequentemente inchaço, falta de concentração e até câncer de útero e de mama. Não é indicado principalmente para gestantes pois corre o risco de má formação do bebê.

Mas, afirma-se que nem todos os parabenos possuem a mesma atividade estrogênica, por exemplo: o metilparabeno, de acordo com o estudo publicado em 1998, não possui esta atividade.

Sobre o câncer de mama, alguns pesquisadores dizem que o risco aumenta se utilizarmos desodorantes com parabenos, já que a axila é uma região próxima da mama.  Em 2004, cientistas do Reino Unido encontraram parabeno em 18 de 20 tumores que estudaram, comprovando que tal substância está muito envolvida com a doença. É importante ressaltar que diversos pesquisadores não concordam com esta ligação entre os parabenos presentes em cosméticos e o câncer de mama. Criticam a metodologia empregada na pesquisa, as amostras utilizadas entre outros fatores, mostrando que existem deficiências no estudo. Segundo o Comitê Científico da União Européia de Segurança ao Consumidor, dois parabenos são seguros se usados nas concentrações hoje ministradas: metilparabeno e o etilparabeno. Ainda segundo o Comitê, todos os parabenos são considerados seguros para o uso em cosméticos nas seguintes concentrações: menores que 0,8% no total de parabenos, ou até 0,4% individualmente.

Vale falar que o parabeno existe também em alimentos naturais como morango, amoras, damasco e cenoura.

No final, ainda não existe um estudo que comprove 100% a relação entre parabenos e câncer de mama, mas só desta informação surgir, foi o suficiente para muitos repensarem a utilização do parabeno. Aí eu pergunto a vocês: Se ele fosse tão prejudicial a tal ponto, seria comercializado por tanto tempo? Será mesmo que o nosso organismo está em perigo? Deixo cada um pensar e formar a sua opinião, seja ela contra ou a favor dos parabenos, desde que com um pouco de informação que tentei passar e outras tantas fontes que encontramos por aí. =)

Se vocês querem saber, cá estão algumas marcas que não utilizam parabenos em seus produtos: Kiehl’s (a Kiehl’s possui alguns produtos sem parabenos), Ikove, Surya Brasil e Est .

Escrevi este texto baseado em informações que li, sintam-se a vontade para opinarem e acrescentar!

Beijos
Mah


Postado por Mah às 10:35 na(s) categoria(s) ETC

Você poderá gostar também de:






Sabrinah
28 de maio de 2013 às 11:02

Maraisa, você precisa conhecer a linha de produtos americana DEVA. Além de ser formulada para cabelos crespos e cacheados, não possuem sulfato e parabenos. Cortei recentemente com o embaixador da marca, o Miro Nunes. Confesso que meu cabelo mudou depois de usar os produtos e com o corte dele então, é outro. Antes eu havia cortado com o Júlio Crepaldi e havia gostado bastante, mas o Miro é insuperável. Para mais informações: http://www.florealsalon.com.br/

Bjks.

Responder



Joyce
28 de maio de 2013 às 20:14

Maraisa, muito bom o texto. Acompanho a algum tempo essas questões sobre substancias presente em cosméticos, ainda mais depois que descobri que sou alérgica a sulfato! Enfim… O parabeno também pode causar outros canceres que não somente o de mama, existe um “teto” diário de consumo para parabenos (que não recordo), o problema é que quase tudo que usamos tem parabenos, então batemos esse “teto” fácil, tipo la pelo café da manha sabe!!! quanto mais você usa, mais você acumula, e isso pode acarretar algum problema futuro… Tenho evitado o máximo possível o uso deles, ultimamente venho dando muita atenção a produtos orgânicos.
bjo

Responder



Mah
29 de maio de 2013 às 07:16

Ishh, ser alérgica dá um trabaaaalho né? =/
Entendi! Não achei sobre este valor diário, vou procurar mais sobre. Muito obrigada pelo seu comentário Joyce!
Beijos

Responder



Natália Gerhard
29 de maio de 2013 às 01:57

Esse post veio em ótima hora! Estava a tempos querendo pesquisar sobre o assunto, e acabava deixando pra lá! :D

Responder



Mah
29 de maio de 2013 às 07:21

=)

Responder



Livea
29 de maio de 2013 às 12:42

Eu acho que não existe grande interesse nesse tipo de estudo visto que provavelmente não exista um substituto a baixo custo. Pode ver que estas marcas que usam parabenos não são mto “populares”, tem um preço um pouco acima da média. A indústria continua usando e até que alguém prove o contrário vai se comportar como se nada tivesse acontecendo. O que assuta é que cada dia mais aumentam os casos de cancer e outras doenças, que muitas vezes surgem “”do nada”". Enfim, não sei se conhece mas tem um blog que eu adoro ler, o da Sonia Hirsch – http://www.soniahirsch.com/ que tem posts muito interessantes sobre saúde e cosméticos naturais -> http://www.soniahirsch.com/search/label/cosm%C3%A9ticos%20naturais
Bjj

Responder



Mah
29 de maio de 2013 às 18:59

É isso que eu penso! Não existe outro conservante com um valor tão baixo quanto o parabeno. Pouquíssimas pessoas compram produtos sem porque o preço vai lá pra cima.
Vou entrar no blog, obrigadaaaa

Beijos

Responder



Fernanda
29 de maio de 2013 às 14:28

Oi Maraisa,
tenho uma máscara da Kiehl’s, a Olive fruit oil deeply repairative hair pak, que contém metilparabeno na fórmula.

Responder



Mah
29 de maio de 2013 às 14:48

Oieee! Acabei de arrumar o post! =) Obrigada pelo comentário!
Beijoos

Responder



Jackieline Veras
4 de junho de 2013 às 13:00

Olha, sou química e darei minha opinião como tal. O problema no mundo científico é justamente esse: se faz uma pesquisa em torno de algo, publica-se o artigo (os estudos desenvolvidos sobre tal coisa) e conclui-se muita coisa sem testes mais rigorosos. É muito sério estabelecer uma relação parabenos versus câncer assim. E infelizmente, na ciência se cometem equívocos também. É aquela história de “estudos apontam que o óleo de coco auxilia no emagrecimento” mas quem foi mesmo que disse isso? Onde está escrito? Comprovação científica oi?! Entendeu? O problema é que muito se ESPECULA mas pouco é provado e pesquisas desse tipo demandam alto investimento. Como você mesma cita lá em cima “pesquisadores DIZEM que o risco…” e é aí que mora o tal problema. Quando você levanta um boato desse tipo é o suficiente para acabar com uma marca ou um produto, por isso deve-se ter cuidado com o tipo de coisa que é colocado. Antes de mais nada é preciso se atentar as pesquisas que de FATO comprovam e estabelecem a relação entre os parabenos e câncer. Não trabalho para nenhuma companhia cosmética só para deixar claro, mas aprendi com a minha formação justamente isso. Muito se fala, pouco se faz e tem muita gente publicando artigo científico de conteúdo duvidoso só para ganhar dinheiro.

Responder



Jackieline Veras
4 de junho de 2013 às 13:02

Que fique claro que não estou criticando o seu post, mas sim o que é colocado por “cientistas e pesquisadores” que adoram especular e provar as coisas que é bom, NADA.

Responder



Mah
4 de junho de 2013 às 18:31

Oie Jackieline!
Concordo com o que você disse! =) Não tem nada comprovado e as pessoas falam demais. Falam tanto que todo mundo começa a prestar atenção em algo que antes usávamos e nem sabíamos o que era.
Amei o seu comentário, e acho super válido conversarmos sobre isso, porque eu realmente não estudo sobre o assunto.

Beijos

Responder



Vera
10 de junho de 2013 às 12:11

Acredito que deveria haver um maior controle pelo Estado sobre o uso de produtos químicos pelas indústrias (alimentícia, cosmética, farmacêutica), isto é, só deveria ser permitida a fabricação de produtos seguros para a saúde, se houvesse segurança comprovada quanto ao uso pelas pessoas, e no caso de haver riscos que pelo menos as pessoas fossem comunicadas, esclarecidas sobre o que estão comprando e usando. É muita falta de responsabilidade… Como fazer para mudar essa situação? Acredito que somente a Educação e a Conscientização. Bjins, Vera

Responder



Mah
15 de junho de 2013 às 12:29

Então Vera, controle tem, tanto que o Brasil é o país mais chato para a produção de cosméticos. (Vide Anvisa que proíbe vários produtos legais de entrar no país). O que acontece é que usamos “desde sempre” um produto x e aí alguns pesquisadores descobrem algo sobre tal produto. E aí? Como parar de usar o conservante mais barato e mais utilizado? Difícil né? =/
Beijooos

Responder



FABI
17 de setembro de 2013 às 23:52

Boa noite Maraisa. Gostei da matéria e gostaria de pedir mais esclarecimentos a respeito dos alimentos que contém os parabenos tanto os industrializados como os naturais, pois fiz o teste alérgico e comprovou que sou alérgica a esse conservante, está bem difícil encontrar tais respostas. Desde já agradeço tua atenção. Att

Responder



Mah
20 de setembro de 2013 às 09:53

Oi Fabi, os parabenos são mais utilizados em cosméticos. Como disse, ele é encontrado em alguns alimentos naturais (frutas) APENAS.Conservantes alimentícios são outros.

Responder



Liza Silva
18 de junho de 2014 às 19:02

Ótemoooo… Adorei, tirou minhas dúvidas! Perfect… rs Bjoos

Responder



Mah
19 de junho de 2014 às 17:11

Beijooos

Responder




Deixe seu comentário







#