24 Horas sem Reclamar

15
abr

Começo falando que isso não é uma tarefa fácil para mim. Juro, reclamo de quase tudo mesmo que mentalmente. Mas aí você me fala “Maraisa, então pra que você inventou de ficar um dia inteiro sem reclamar?” Explico!

Estava conversando com minha amiga Rita sobre a vida. Sim, sou dessas! Tem dias que resolvo refletir sobre a vida e questionar algumas atitudes que tomo perante os problemas. Nisso percebi que minhas reclamações, em sua maioria, não adiantavam de nada! Sabe, não eram palavras que mudariam o curso dos acontecimentos ou mesmo a atitude de alguém, eu proferia apenas para reclamar mesmo.

Aí Rita disse: “Mara, eu fiz um teste que achei bem legal! Ficar um dia inteiro se reclamar de nada; acho que você deveria tentar! Sei lá, a gente desliza, se segura mil vezes mas depois percebe que reclamar é um vício.”

PRONTO! Lá vou eu passar essas 24h sem reclamar e ainda chamei toda a Família Fidelis AND Baby para participar comigo.

A experiência foi bem engraçada! Porque nós decidimos o que configuraria reclamação e qual a punição para quem deslizasse mais. O resultado? Passamos a pensar MIL VEZES antes de falar e perceber se REALMENTE era necessário fazer aquele comentário/reclamação. A situação era tão ruim assim que precisávamos reclamar? Qual o real fundamento daquela reclamação jogada ao vento?

Além disso, eu acredito muito no poder das palavras, na energia que elas carregam e que depositamos nelas. Quanto mais coisas boas você emana, mais coisas boas você atrai. Quanto mais coisas ruins você emana, mais coisas ruins você atrai; e percebi CLARAMENTE que o dia passou mais leve. Sim, eu deslizei em alguns momentos, mas achei BEM divertido!

Um fato interessante que preciso mencionar: as pessoas não acreditam que você conseguirá. Tá, a gente não precisa da aprovação de ninguém, ainda mais para mudar de atitude durante um dia. Mas foi incrível o número de comentários negativos que recebi! Assim “Você não conseguirá!” “Nossa, duvido!” “Quero ver se dura uma hora assim” “A MARAISA? Noossa, NUNCA!”. Analisando isso percebo que a gente não deposita ou apóia uma mudança para melhor no outro e prefere colocar empecilhos no desafio proposto. Por que será que temos esta mania de achar os defeitos em algo ao invés de incentivar e comemorar?

Na minha cabeça parece que estamos condicionados a ver o copo meio vazio SEMPRE. Por que isso? Por que ver o lado negativo ao invés de tentar e se divertir por pelo menos 24 horas? Queria entender o motivo que nos fez agir desta maneira.

Só sei que depois deste dia eu passei a prestar mais atenção nas minhas falas. Sim, uma vez ou outra sai reclamação, mas já me propus a reclamar menos do que antes; a olhar o lado bom das situações em que estou inserida; a pensar que amanhã o dia será melhor. Não, não virei uma pessoa zen porque sou atacada e bem longe disso. HAHAHHAHAHAH Mas prefiro proferir palavras positivas que agregam em minha vida do que reclamações vazias e sem fundamento.

Vamos tentar? Chama mais alguém para ser divertido e depois extende para uma semana, um mês… O resultado é bem surpreendente! Depois voltem aqui para me contar tá?

Beijos
Mah


Postado por Mah às 11:06 na(s) categoria(s) ETC

Você poderá gostar também de:






Diana
16 de abril de 2017 às 19:55

rsrsrs, desculpe o comentário + tive que falar da sua meinha azul refletida no espelho:-), então sobre ñ reclamar sou vista como uma pessoa q nunca reclama, principalmente no ambiente no trabalho e acredita q as pessoas ñ aguentam e reclamam por mim (e vc tm razão , as vezes é por coisas tão banais q ñ valem a pena, é só uma questão de respirar e contar até 3 , pronto resolvido).Mas as pessoas se incomodam c/ a paz alheia

Responder




Deixe seu comentário







#