A trajetória do meu cabelo

20
jul

Aeeee! Finalmente eu sentei no outro computador e escolhi algumas fotos para fazer este bendito post!  Faço tudo no meu note e tinha uma preguiça enorme de sentar no computador da casa para buscar as fotos.
Como tenho cabelo crespo, e muuuuuutas mulheres também têm, sempre quis falar sobre isso no blog para mostrar como é o meu cabelo e o que eu fiz com ele durante os anos.

Meus pais são negros e os dois possuem cabelo crespo. A minha irmã mais velha nasceu com o cabelo crespo e bem enroladinho, aqueles cachinhos pequenininhos sabem? Já eu, nasci com o cabelo crespo e sem nenhuma forma. Acho que vocês já podem imaginar como ele é né? Se eu deixar crescer naturalmente fica black power. Minha mãe usou nos anos 70 o cabelo black power, mas depois que passou esta época ela alisa, em casa mesmo, até hoje.

Se preparem que neste post terão muitas fotos para eu ilustrar cada momento capilar.

Hahahha olha eu aí pequena! Fiquem calmas, não vou colocar fotos de todos os anos da minha vida, quero mostrar como era meu cabelo antes de começar a passar química.
Na primeira foto foi o ano em que nasci, dá para ver o tufo de cabelo black que a minha mãe deixava assim ou dava para a minha avó fazer tranças, que ficavam bem bonitas.
Já quando criança, a minha mãe trançava meu cabelo todinho e depois desmanchava para deixá-lo frisado ou dividia meu cabelo e ia enrolando mecha por mecha. Sabe quando você pega o cabelo, enrola em uma caneta? Ela fazia isso com aquele palito que vinha dentro dos sapatos, vocês se lembram deles?

Durante a infância também usei muita trança nos cabelos e nunca tive problema com isso. No colégio em que estudei, sempre fui a única negra da minha sala, mas sinceramente? Nunca liguei para isso! Era um colégio católico e eles prezavam as diferenças explicando para as crianças, sendo assim, nunca sofri racismo ou ouvi qualquer coisa sobre o meu cabelo que marcasse a minha infância. Só depois, na pré adolescência com uns 11 anos, que um menino me chamou de “cabelo de Bom Brill”. Isso foi uma única vez, a professora o repreendeu e eu contei para a minha mãe. Me lembro porque de certa forma isso marca, mas não chorei e nem engoli, respondi bem mal criada para ele e saí de nariz empinado, porque sou dessas!

E chegou a adolescência! Aí ferrou tudo! Aquele turbilhão de hormônios, mil coisas passando na cabeça e diversas meninas bonitas e bem mais “evoluídas” do que eu. Tenho 1,56 de altura e sou magrinha, no colégio sempre tem aquelas meninas super desenvolvidas que com 16 anos parece que tem 20, e eu não era uma delas!

O cabelo começou a me incomodar e fui atrás da minha mãe para fazer alguma coisa. Comecei então a usar permanente afro, fazia em casa mesmo e minha mãe que passava em mim. Sabe aquele de caixinha que vende na perfumaria? Pois é, era ele! Deixava meu cabelo enrolado, mas todo dia de manhã antes de ir para a escola, eu passava creme e queria deixar o mais baixo possível. Nunca quis que ficasse com volume porque na minha concepção da época era feio e as meninas não tinham cabelo armado. O resultado? Um cabelo enrolado, cheio de creme e que nunca secava.

Uma pausa para falar porque eu resolvi fazer tudo em casa. Um belo dia, minha irmã e a minha mãe resolveram ir à um salão para cuidar do cabelo da minha irmã. A cabeleireira parou, olhou para o cabelo da minha irmã e disse assim “Eu não tenho escova para passar neste tipo de cabelo.” sim, ela disse isso. Depois perguntei para a minha mãe porque ela tratava do cabelo em casa, e ela me contou diversas histórias em que tentou cuidar no salão mas sempre saía de lá destruída, com o cabelo feio e ninguém sabia mexer. Agora entendem porque eu preferi arrumar em casa?

Aí, com uns 14, 15  anos eu resolvi parar de fazer permanente e alisar o cabelo. Fui lá na perfumaria,  mudei a caixnha que comprava e continuei fazendo isso em casa. Para sair de manhã eu passava qualquer creme para pentear, e o cabelo dava uma secadinha mas sempre ficava meio estranho, meio molhado.

Na foto de 2005, tirada com meu celular, estava no colégio, dá para ver que meu cabelo estava bem grande liso. Nesta época eu adorava o meu cabelo porque ele mexia. Sim, uma felicidade para mim era ver o meu cabelo mexer como o das outras meninas que tinham o cabelo liso. Sabe quando bate o vento e o cabelo vem no seu rosto? Sabe quando você abaixa para pegar algo e o cabelo cai no rosto? Sabe quando você prende o cabelo e ele balança de um lado para o outro? Pois é, isso acontecia e era a minha felicidade!

Já no terceiro ano do colegial, em 2006, eu cansei de ter o cabelo “meio molhado, meio seco” e resolvi usá-lo escovado todos os dias. De manhã, antes de ir para o colégio, eu passava aquelas escovas modeladoras para arrumar. Sim, eu usava todos os dias algo quente no meu cabelo e fazia escova uma vez por semana, alguém imagina no que isso resultou? Meu cabelo foi caindo!

Não há cabelo que aguente à tanta escova, chapinha, modelador, ou qualquer outra coisa quente todos os dias. O topo da minha cabeça ficou com apenas quatro dedos de tanto que eu destruí o cabelo. Nisso eu já namorava, e meu namorado nunca gostou do meu cabelo liso, ele me disse para deixar o cabelo natural.

Voltei para a perfumaria e fui fazer novamente permanente em casa.

Em 2007 eu entrei na minha primeira faculdade e não estava satisfeita com o meu cabelo, mas me sentia mais feliz do que com ele escovado. Não tinha muita definição, estava meio liso meio enrolado. Dá para ver que ele está bem dourado, nunca passei uma coloração no cabelo, mas a química queimava os fios e os deixava mais claros.

Continuei fazendo a mesma coisa em 2008 até o meu namorado achar um cabeleireiro que fazia o cabelo de uma colega de trabalho e ficava lindo, cacheado, cheio, bem bonito mesmo. Nesta altura do campeonato eu já queria o meu cabelo cacheado. Nunca quis meu cabelo como eu vim ao mundo, black, porque não tem forma alguma! Eu não consigo gostar dele sem forma, por isso fui atrás do homem para deixar meu cabelo cacheado com permanente.

No primeiro dia que fui lá, ele apenas hidratou porque estava muito detonado, mas depois de uns três meses, eu fiz meu cabelo com ele até o final de 2009 e este foi o resultado:

Aí eu cansei dele porque era muito longe e cismei que ele não entendia muito bem de cabelo crespo. Passei para o relaxamento em casa comprado na perfumaria e estava muito feliz assim. Na segunda foto de 2010, eu passava henna no cabelo para dar uma cor diferente. Era relaxamento de três em três meses e henna duas vezes por mês. Para arrumar de manhã eu passava um creme para pentear e água.

Ah! Esqueci de falar que desde sempre eu levanto uma hora antes de sair de casa para arrumar meu cabelo. E tem mais uma coisa que esqueci de falar: quando eu falo que passo creme no cabelo, eu passo também água, não aplico creme nele seco. O processo é: separar mechas, eu começo por baixo, e ir passando água e depois o creme. No final de tudo eu amasso os fios para enrolar.

Foi então, que em 2011 eu resolvi cortar todo o meu cabelo relaxado, deixar crescer o cabelo natural para depois voltar ao permanente, mas desta vez, eu deixaria meu cabelo cacheado e com volume! Este foi o pior momento, porque tive que aprender a cuidar do meu cabelo natural, coisa que eu nunca tinha feito.

O cabelo crescia e eu ia cortando as pontas, mas não fazia isso em um salão não, eu mesma passava a tesoura no meu cabelo. Nas primeiras fotos dá para ver a minha raiz crespa surgindo e as pontas bem acabadinhas. Como eu não estava muito feliz com este meu cabelo, não tirei tantas fotos, foi difícil achar algumas para colocar aqui. Observem a foto em que estou com a regata listrada, dá para ver mais ou menos até que tamanho de cabelo cheguei. Estava muitíssimo curto e eu aguentando aquilo com toda a minha força interior.

Na última foto estou black power! Este é o meu cabelo natural, sem nenhuma química e para arrumar eu molhava e passava creme todos os dias de manhã. Consegui ficar 10 meses sem passar química para chegar neste cabelo 100% natural.

Foi então que eu voltei para o permanente! Queria fazer em salão, mas sinceramente? Pouquíssimas pessoas sabem mexer em cabelo crespo e deixá-los bonitos sem escova e babyliss. Como ainda não conheci nenhuma pessoa que saiba mexer em cabelo crespo, prefiro fazer em casa. Então, voltei para o permanente em casa, mas agora eu deixo ele com mais volume.

Recentemente, vocês viram que eu pintei os fios. Esta foi a primeira vez que passei alguma coloração no meu cabelo e amei o resultado!

Maaaaaaas, se você acompanha a Fan Page do blog, sabe que eu não estou mais assim. Nesta terça eu cortei meu cabelo com Julio Crepaldi no Beauty Studio da Wella lá na Casa Cor. O resultado? Este:

No começo não gostei muito, mas agora já me acostumei e gostei de ver que as pontinhas estragadas foram embora.

Eu fico pensando e acho um absurdo, e também uma pena, em um país como o Brasil, não ter profissionais suficientes que saibam cuidar de cabelos crespos sem fazer escova ou babyliss. Ouvi dizer que tem um salão no Rio que é especializado em cabelos crespos e deixa as meninas negras com o cabelo lindo, ainda quero passar lá. Fora isso, as pessoas não sabem mexer em cabelo crespo, as próprias meninas que tem o cabelo assim não sabem cuidar e acabam deixando liso ou lotando de creme. Eu não assumo meu black porque não me sinto bem, mas tentei achar algo que não me transforme em quem não sou. Quando meu cabelo estava escovado era completamente falso, feio e sem personalidade alguma. Hoje eu aprendi a cuidar do meu cabelo, estou feliz com ele e escuto muitos elogios na rua, isso me faz muito bem!

E como você cuida do seu cabelo hoje Maraisa? O que você passa? Olha, eu passo de tudo! rs Shampoo e condicionador eu sempre compro para cabelos secos ou quimicamente tratados, e creme para pentear eu uso para cachos. O creme para pentear que mais gosto é Elsève Hydramax Colágeno, mas no momento estou usando o Repair da Wella ProSeries.

O cabelo crespo não tem brilho, por isso eu sempre passo um óleo depois que ele seca para dar brilho. Uso o Orofluido ou Moroccanoil. Mas se você não pode gastar, compra qualquer óleo capilar da perfumaria que  também dá um bom resultado.

Lavo o cabelo duas vezes por semana, tem gente que vai achar pouco, mas como eu tenho o cabelo crespo, sei que ele não seca rápido e não precisa ser lavado tantas vezes, se bobear isso pode até danificar os fios. Passo máscara sempre que lavo os cabelos, pode ser qualquer máscara, mas eu sempre passo.

Hoje eu continuo acordando uma hora antes para arrumar o cabelo, demoro menos tempo para arrumá-lo, mas ainda levanto cedo porque saio de casa com ele seco. Então acordo, arrumo o cabelo, faço maquiagem, vejo a roupa e nisso tudo vou mexendo no cabelo para ele secar. Nunca mais saí com um monte de creme no cabelo ou com aquele aspecto molhado. Sou muuuuito mais feliz assim.

É isso gente, esta é a minha trajetória capilar. Escrevi muito, mas vejam bem, resumi 23 anos em um post! hahaha

Beijos
Mah


Postado por Mah às 11:54 na(s) categoria(s) Cabelos

Você poderá gostar também de:







Eliane
26 de janeiro de 2013 às 22:08

Parabéns! Tu és uma guerreira! Acredito q todas nós q temos cabelos crespos e sem forma temos trajetória parecida, de sofrimento, angustia até a aceitação. Teu cabelo tá lindo e o melhor tu estás feliz com ele. Faz 1 ano e 3 meses q o meu tá natural. ele tá black e eu tô hidratando muito, cuidando dele até decidir o q vou fazer com ele. Acho que cada uma de nós tem de fazer o q se sente bem, desde deixar natural ou de repente voltar ao relaxamento/alisamento. bjs e obrigada por dividir tu história com a gente.

Responder



Mah
29 de janeiro de 2013 às 20:30

Oi Eliane! A gente faz o que pode né? hahaha

Concordo! A maioria das meninas de cabelo crespo têm uma história assim.
Amei seu comentário! Temos que arrumar o cabelo da forma que nos sentimos melhor.

Beijoooos

Responder



Min :)
29 de janeiro de 2013 às 05:50

Oi Mah bom dia, estou com uma duvida que não é muito diferente das outras meninas. O caso é o seguinte, a anos eu usava relaxamento, aquele guanidina. Mais resolvi mudar. a raiz do meu cabelo ta crescido uns 3 dedos e esta enroladinho, enquanto o resto do cabelo ta “esticado”, estou a 4 meses sem dar nenhum tipo de quimica no meu cabelo, mais estou preocupada de que os cachos do permanente não pegue na parte “esticada”, e agora oque é que eu faço ? a partir de que mês posso dar o permanente? me ajuda, não aguento mais ter o cabelo de duas formas :/

aguardo resposta *-*

Responder



Mah
29 de janeiro de 2013 às 20:24

Oi Min!

Você deu uma lida no post? Sinto em lhe informar mas não vai pegar na parte que esta esticada. Você precisa tirar toda a química anterior para passar a outra por cima =/
Eu fiquei uns 8 meses sem química e cortando o cabelo até sair tudo, um sofrimento que só!

Se ainda ficou com dúvida é só perguntar!

Beijoooos

Responder



Fabiana
31 de janeiro de 2013 às 21:25

Ola!!! acabei de ler seu post! e em Sao Paulo tem um cabelereiro muuuiiitoooo bom que so mexe com cabelo afro! eh meio longe… mas vale muito a pena! pq como vc disse poucas pessoas entendem de cabelo crespo! o nome dele Rubsney Correa e o tel eh (11)2225-3972

bjos!

Responder



Mah
1 de fevereiro de 2013 às 08:08

Muito obrigada pelo contato Fabiana!
=)

Beijoooos

Responder



Raquel
31 de janeiro de 2013 às 21:29

Passei por todas estas fases!!! Fiz relaxamento, fiz permanente (aí, como era muito trabalhoso, a cabelereira que fazia, falou que o produto que usava saiu de linha, eu não acreditei, passei a escovar o cabelo, depois de uns meses voltei a relaxá-lo, mas comecei a usar babyliss, para deixar os cachos definidos, pois a esta altura meu cabelo tinha diferentes texturas, usei guanidina para relaxar, nunca quis meu cabelo liso, mas guanidina não só relaxa como estira o cabelo. Aí no começo de 2010 comecei a ir no Lunablu, um salão especializado em cabelos crespos. Lá a equipe me explicou que não faz alisamento, que trata o cabelo crespo. Teve meses que parecia que não tinha feito nada no cabelo, mas continuei frequentando. Quando foi em setembro de 2011 voltei a usar meus cabelos naturalmente (sem babyliss). No começo foi difícil, pois o volume era bem maior do que quando eu fazia permanente/relaxamento e o cabelo estava ressecado por causa do babyliss. Mas aos poucos fui usando vários cremes, testando vários produtos, e deixando o cabelo crescer. Hoje tenho dó de cortá-los, pois está num comprimento bacana, mas valeu a pena deixá-los ao natural. Realmente, me sinto mais bonita, recebo vários elogios e ele está mais saudável hoje.

Responder



Mah
1 de fevereiro de 2013 às 08:15

Gosto de ler comentários como o seu Raquel! Isso mostra que muitas de nós sofremos horrores até conseguir acertar no nosso cabelo. O pior é que tem mulheres que ainda nem se acertaram! Difícil né?

Fico feliz em saber que você está se sentindo bem agora! \o/

Beijos
Mah

Responder



Alessandra
2 de fevereiro de 2013 às 16:55

Oi, Mah! Realmente nós sofremos pra encontrar quem saiba cuidar das nossas madeixas e as respeite. Tb passei por várias fases e sempre que ia a um salão saía com o cabelo espichado! :(
Tive a fase de relaxar em casa mas agor achei uma cabelereira que cuida do meu cabelo há uns 10 anos. Onde ela vai vou atrás. Meu cabelo é tipo o da sua irmã, pelo que vc falou: preciso relaxar a raiz pra dar um peso nele. Relaxo 1 ou 2 vezes ao ano. De resto cuido em casa.
Quanto ao salão aqui do Rj que vc falou é o Beleza Natural. Realmente é um salão especialista em crespos e cacheados, mas nunca me interessei em ir porque eles trabalham com uma fórmula dita “secreta” que até o xampu a ser usado tem que ser o de lá. Se não quis ficar escrava de escova, chapinha e afins não ficarei de um salão mesmo! Pra mim não dá! Mas quem trata o cabelo lá fica bem satisfeito. Mas prezo minha liberdade!
Parabéns pelo blog!

Responder



Mah
5 de fevereiro de 2013 às 17:04

Então, pensei a mesma coisa sobre este Beleza Natural, eu teria que ficar escrava de lá!

Beijooos

Responder



Rosi Rocha
30 de abril de 2013 às 15:14

Maraisa.. eu faço cabelo lá no Beleza Natural
Quanto a ficar escrava, nao é bem assim a fórmula ‘secreta’ é um tipo de relaxamento tbm, só que é exclusiva deles, qto aos produtos, conheço varias meninas q só vao lá relaxar, pq o relaxamento é menos agressivo e compram só o creme de Pentear, pq na verdade o segredo todo é como vc faz ‘MOLHAR E AMASSAR COM BASTANTE CREME’ e hidratar
Porém a quimica deles, nao faz ninguem ter cachos, eles nao deixam o produto agir muito, ela só solta um pouco a raiz, daí o cabelo vai pro lado da própria natureza dele mesmo, cacheado ou frisado (nosso caso viu Maraisa)
eu até q gosto, faço lá tem 1 ano, mas meu cabelo tá mega indefinido.. acredito que mesmo com a fórmula deles meu cabelo está ‘alisando’.. difícil não??! Já que tenho a raiz extra crespa tbm rsrsrs
Quis cortar meu cabelo, estilo o seu assim (com minha cabeleireira claro, pq lá no salao eles sempre querem cortar o cabelo no toco, são cheios de nhém nhém nhém)
Ela nao me aconselhou pq ficaria armado e sem formato, e eu acho lindo teu cabelo pra cima, seu e da Ivis Couvilher.. queria ficar assim tbm, mas nao sei c ela me disse isso pq tava com pena de cortar (como se eu nao conseguisse SEGURAR um cabelón black) ou pq realmente nao ia ficar bom em mim..

Responder



Mah
2 de maio de 2013 às 09:33

NOSSSSSSSSAAAAAAAAAAAAAA Vc foi a pessoa que mais me explicou! “a química deles não faz ngm ter cachos, só solta a raiz” PEGUEI! THE SECRET é o creme para penteaaaaaaar! Tô certa?
QUe cortar no toco o quê! Eu mesma passo a tesoura! HAHAHHAHAHAHAH
Então Rosi, antes de passara tesoura no meu cabelo, eu pesei “como eu ficarei com o cabelo curto? Como será meu cabelo natural?” Aí depois pensei “Claro que ficarei bem! Deus fez meu cabelo assim e com certeza combina comigo, ele não erraria nisso!” HAHAHAhAHA
Não me senti a pessoa mais linda do mundo, mas me aceitei e vivi muito bem esta época. Se quer muito, corta! Cabelo cresce e a gente precisa mudar! =D

Beijos e amei o seu comentário!

Responder



Rosi Rocha
6 de maio de 2013 às 15:55

:)
vou voltar na cabeleireira e conversar mais com ela!!




Adriana
4 de fevereiro de 2013 às 20:19

Oi Ma! nossa! parecia que eu estava lendo a minha história kkkkkkk é exatamente isso mesmo que você falou, todo mundo fala que entende e ninguém entende nada de cabelos crespos, é realmente um desafio encontrar alguem que realmente saiba, eui ainda não encontrei, estou sem alisar as madeixas já faz 7 anos e agora estou com vontade de fazer alguma coisa. na verdade estava com trancinhas, o miojinho sabe? adoro, todo mundo gosta, mas quem faz é minha irmã e agora ela está grávida e não vai dar mais para faazer com ela. Eu tenho uma amiga que está fazendo os cabelos no beleza natural de sampa, to pensando em ir lá, de repente…. sei la…. eu te falo! mas obrigada por compartilhar sua história com agente. é sinal de que não estamos sozinhas! beijocas

Responder



Mah
5 de fevereiro de 2013 às 17:03

A maioria já passou por isso né? hahaha

Não tem Beleza Natural aqui em SP não Adriana! Vai abrir um este ano, tem no Rio de em Salvador!

Beijooos

Responder



FÁTIMA
5 de fevereiro de 2013 às 07:24

BOM DIA MENINAS,ESTOU NESSA FASE DE PROCESSO,4 MESES SEM USAR GUARNIDINA,RESOLVI ASSUMIR MEUS CACHOS,É DIFICIL,POIS ESTOU COM A RAIZ ALTA E USO SÓ TRANÇAS.MAS TENHO CERTEZA QUE TUDO SERÁ MELHOR PARA CONHECER MEU CABELO NATURAL,POIS NEM SEI COMO É ..BJ E BOA SORTE PARA NÓSSSSSSSS

Responder



Nara
10 de fevereiro de 2013 às 19:56

Oi mocinha! tenho 28 anos, e já passei pelas mais diversas fases de transição.Quando resolvi assumir meu black ,não me encontrei! dá muito trabalho,molhava todo dia cedo ,e nada que eu fazia realçava.Enfim ,cada um tem um ponto de vista.Uso relaxamento a base de hidroxido de sodio.Pra mim é o melhor.Tem muitas marcas no mercado,tipo yellow,Muttari,etc…até aqueles mais simples como alisalois que tem a mesma formula.Hoje só coloco bobys e comprei um secador de pé onde eu sento e fico 30 min.esperando secar.Depois rodo de um lado e outro, e faço dedinhos na spontas.Fica mara.Acho que vc é bem autêntica ,e o que a deixa mais bonita.A gente tem que ser do jeito que a gente seje feliz, e não como osoutros querem que sejamos! abçs,amei o texto!

Responder



Mah
12 de fevereiro de 2013 às 21:43

Oie Nara!

É bem por aí, o que importa é ser feliz! Se quer o cabelo liso, deixa liso! Se quer cacheado, deixa cacheado! Desde que você se sinta bem com isso e fim! =)

Beijoooos

Responder



Fabricia Martins
21 de fevereiro de 2013 às 21:35

Fantástico! Também larguei mão do cabelo liso e estou muito mais feliz assim!

Responder



Maraisa Fidelis
4 de maio de 2013 às 19:20

o/

Responder



Viviane
22 de março de 2013 às 22:33

Ola, tudo bem!

Também fazia escova no meu cabelo desde 12 anos, em 2011 conheci o permanente através de uma colega que conheci no meu serviço, amei o cabelo dela estava enorme todo cacheado ‘babei’ no cabelo, contei que meu sonho era retornar com meus cachos, mais não tinha paciência para esperar meu cabelo natural crescer, estava esticado porque fazia relaxamento no cabelos a anos e já tinha feito progressiva em 2008 que por sinal odiei, mais ainda tinha resíduos nas pontas. Ela me falou que fazia permanente pelo mesmo motivo, e me indicou a cabeleireira que fez no cabelo dela e era na minha cidade acredita? fiz uma avaliação e não pude fazer o afro de imediato, por que tinha muita química no cabelo, fiz relaxamento com uma produto (que não sei o nome) e tratei do cabelo durante 8 meses e então pude fazer o permanente. E estou com ele ate hoje cacheado e adorando ”muito”,renovei em 2012 um ano depois, porque continuo relaxando a raiz, mais confesso não não sabia cuidar direito passava creme para ficar sem volume, agora acompanho vocês cacheadas do yotube, estou usando cacheado com volumão e adorando mais ainda.
Essa é a história do meu cabelo, longa porem bem resumida.
Adorei sua historia, ficamos muito mais bonitas cacheadas.
beijos

Responder



Mah
24 de março de 2013 às 16:22

Amei ler a sua história Viviane!
É o que eu disse: temos que deixar o cabelo da maneira que gostamos, seja liso ou cacheado. MAAAAAAAS, nunca deixar de cuidar para ele ficar saudável.

beijoo

Responder



Ariane
25 de março de 2013 às 03:58

Achei alguém com o meu tipo de cabelo! Graças a Deus, hahah.
Tenho uma história como a sua, os meus pais tem o cabelo crespo a minha irmã nasceu com um cabelo lindo, estilo Thais Araujo, e o meu cabelo é como o seu na foto que está bem curtinho, megaa crespo. Faço alisamento e progressiva, mas há alguns meses decidi parar de alisar e não sei o que fazer. Comecei a perceber que ele está caindo, a minha mãe falou que é a falta de química, que o cabelo acostumou com a química e tal, aconteceu isso com o seu? E qual permanente você passa para o cabelo ficar assim? Eu posso passar permanente com a química que está no meu cabelo? Não tenho a coragem que você de ir cortando conforme ele foi crescendo. E o mais importante como funciona a permanente? Só entendo de alisamento por ter feito isso quase que a vida inteira. Obrigada pelo post me deu a coragem que precisava para assumir o meu cabelo, sempre achei que ele não teria jeito, mas vendo o seu cabelo lindo sei que posso assumi-lo. :)

Beijo

Responder



Mah
26 de março de 2013 às 19:06

Quando eu parei de usar química ele ficou bem saudável, não caiu não! As vezes você misturou química no cabelo OU está stressada mesmo! O cabelo cai quando passamos por períodos de nervosismo.
Eu uso o permanente da Niely. Eu esperei sair TODA a química para passar este permanente, misturar químicas é correr o risco de ficar sem cabelo.
No Google deve ter imagens explicando como funciona o permanente, mas basicamente vc passa um creme, tira o excesso, coloca bigudis no cabelo e fica um tempo x, depois tira o creme e passa neutralizante, e depois tira o bigudis. MAS TUDO ISSO DE ACORDO COM AS INSTRUÇÕES DA EMBALAGEM! Cada produto e cada cabelo tem um tempo de agir. E antes disso tem que fazer um teste para ver se o cabelo aguenta.

Beijooos

Responder



Carla Silva
26 de março de 2013 às 00:24

Maraisa você ainda faz permanente em casa? Qual vc usa, eu pensando em fazer o permanente afro tb. Bjs

Responder



Maraisa Fidelis
29 de abril de 2013 às 11:54

Nossa! não tinha visto sue comentário!
Faço sim! Uso o da Niely!
Beijoss

Responder



Jossy
15 de abril de 2013 às 21:24

Olá, eu tenho uma filha de 6 aninhos e os cabelos dela são bem crespos, com os caxos bem miudinhos, já pensei de passar química mas tenho medo, pois já presenciei casos em que os cabelos das crianças caíram todos.
Então quero saber se você pode me ajudar, com algumas dicas ou indicando algum produto adequado.
bjsss… Parabéns!!!

Responder



Mah
16 de abril de 2013 às 19:41

Oie!
Sinceramente? Não tem que passar nada nela porque é muito pequena. A minha mãe trançava o meu cabelo antes de dormir e no dia seguinte tirava a trança para domar os fios. Outra solução é passar óleo na raiz dos cabelos antes de trançar, isso ajudar a soltar e fica mais bonito.
Fora isso é fazer maria chiquinha, colocar tiara, lenço e mostrar para a sua filha que ela é linda do jeito que nasceu. Pegar fotos de mulheres com o cabelo igual ao dela, de outras crianças também para fazer com que ela se sinta bem com o cabelo dela!

Beijoooos

Responder



Amanda Nunes
29 de abril de 2013 às 13:04

Sei bem como é cabelo crespo sempre sofri muito, mas infelizmente por estudar sempre em escola pública ouvi muitas piadas desde sempre. Mas, isso acabou me fortalecendo sabe? Como minha mãe tem cabelos lisos desde pequena queria ter o cabelo igual o dela e hj faço progressiva no cabelo e finalmente estou feliz. Encontrei um salão aqui em Moema que é especializado em progressiva, até encontrar ele meu cabelo tadinho ficou todo acabado/quebrado.

Beijos
http://soesmalteeafins.blogspot.com

Responder



Luiza Peixoto
29 de abril de 2013 às 13:07

Salão especializado em progressiva? Eu quero. :(

Responder



Amanda Nunes
29 de abril de 2013 às 13:11

É o Mirror Moema, Lú. Além deles serem muito bons, o preço deles é único para qualquer tamanho de cabelo.

Responder



Maraisa Fidelis
4 de maio de 2013 às 19:21

NOssa! Que legal um salão especializado em progressiva! o/

Beijoooos

Responder



Luana
9 de maio de 2013 às 02:43

Oi Maraisa!!!
Me identifiquei demais com sua história, meu cabelo também crespo e os cachos não são definidos, vivia alisando, fiz progressiva e um belo dia me cansei, mandei cortar bem curtinho, esperei um tempo e decidi fazer permanente, já faço há 4 anos e prefiro mil vezes meu cabelo assim!!!
Minha cabeleireira, a Elaine, é uma ótima profissional, adoro o trabalho dela!!!
Esse aqui é o site de lá ;) http://www.escoladecabeleireiroabba.com.br/index.html

Responder



Mah
9 de maio de 2013 às 10:26

A gente sempre conhece alguém com uma história parecida né?

Beijoooos

Responder



Rebeca
10 de maio de 2013 às 13:53

Oii Maah meu cabelo, tambem era cacheado era só molhar ele que os cachos vinham apareçendo agora não quer mais cachear, por que escovei muito, pranchei muito, molhava o cabelo todo dia e as vezes prendia meu cabelo era grande só que foi ficando ralo e eu tive que cortar bem curto depois que cortei meu cabelo ele ficou mais cheio mais ainda não voltou os cachos.. o que vc acha que eu devo fazer?

Responder



Mah
12 de maio de 2013 às 22:10

Oi Rebeca, tudo bom?

Fiquei perdida agora! Você cortou e ele não voltou a cachear? Putz! Não sei o que te dizer!
O que eu faria é comprar um ativador de cachos e ir amassando ele todos os dias de manhã para tentar fazer com que ele volte a sua forma natural… =/
Se não der certo melhor procurar um salão mesmo! =(

Beijoos

Responder



Carla
18 de maio de 2013 às 20:14

Oí adorei saber da sua trajetória, moro aqui no Rio Grande do Sul , e também difícil encontrar profissionais que entendam os nossos cabelos, já usei henne só que é muito trabalhoso, passei pasta fria mas sou alérgica e esta muito caro fazer quase uma progressiva, agora uso tranças mas tô cansada. Estou realmente motivada para usar o permanente mas será que vai adiantar pois meu cabelo é bem afro??? bjs

Responder



Mah
19 de maio de 2013 às 22:01

Claro que vai! Meu cabelo é bem crespo! Mas você precisa tirar as tranças e ficar um tempão sem nada nos cabelos. É chato este período, mas depois você vai amar. =)
Beijos

Responder



Bia
23 de maio de 2013 às 14:14

Super entendo que o importante é você se olhar no espelho e se identificar, gostar do que vê, mas pfvr te amei pra sempre naquela foto com a regata listradinha. Muito amor <3 <3 <3

Responder



Mah
23 de maio de 2013 às 14:47

HAHHA qual? A de 2009 em que seguro o cachorro?

Beijos

Responder



Edmeia Santos
26 de maio de 2013 às 16:24

Oiii!!! Primeira vez que entro no seu blog e achei mara vc falar sobre os seus cabelos. Os meus não são crespos, mas também não é liso, e nem é cacheado(!), ele é seco e se não usar leave-in fica uma farofa. Demora muito vc aprender a cuidar do cabelo, cabelo n tem manual, tem que ir na base da tentativa e erro. O essencial mesmo é se conhecer e se aceitar! Ahhh, teu cabelo in natura é LINDO!! Sério, achei lindo! Tenho uma amiga que usa o cabelo assim e eu acho mara! enfim, sucesso e vou ler sempre o teu blog! Bj

Responder



Mah
26 de maio de 2013 às 18:40

Oie! Seja bem vinda! =D

Muitas pessoas falam que meu cabelo natural é bonito, mas eu não me sinto bem =/
Espero que volte mais vezes!
beijoooos

Responder



Carla
28 de maio de 2013 às 18:08

Oí Maísa estou tomando coragem para assumir meu cabelo pretendo fazer o permanente, qual vc acha o mais indicado o hairlive ou da niely, pois o meu cabelo é difícil de pegar química ,haa mais uma dúvida é necessário usar os bigudins pois tenho pesquisado eles são mais caros do que o produto.
ADORO SEU BLOG BJS AQUI DO SUL

Responder



Mah
28 de maio de 2013 às 18:27

Oie Carla, só uma correção: meu nome é Maraisa. rs
Olha, sinceramente, eu acho melhor você conversar com alguém que saiba mais do que eu e procurar comentários na internet sobre os dois produtos. Eu só usei o da Niely e pretendo parar de usar. =/
Sobre os bigoudins, eles são utilizados sim! Tem grandes perfumarias que vendem mais barato. Acho que até pela internet!
Desculpe não poder te ajudar muito, mas como envolve cabelo, química e auto estima, fico receosa de falar sobre o que não tenho propriedade.

Beijoos

Responder



Thais
1 de junho de 2013 às 20:31

Menina…te entendo! Meu cabelo não é bem assim, sou “branca” mas de cabelo crespo sabe, só que nao chega a ser black…em fim

Comecei com a quimica, pasme, aos SEIS ANOS DE IDADE! hahahaha! Velho e bom permanente! Só que a sorte é que eu sou baiana, e lá todo mundo tem cabelo crespo! Loogo, toodo salão sabe cuidar de cabelo crespo! \o/
Depois, creci um pouco e passei pro relaxamento com Amônia, depois Hidróxido de Sódio e por fim, a Guanidina, que uso ate hoje.

Mas ai, com 17 anos vim morar em Bauru-SP, loogo, tooodo mundo tem cabelo lisoo e nenhum salão sabe cuidar direito de cabelo crespo ¬¬ Malemá fazem relaxamento direito. Nunca quis fazer em casa, pq tenho medinho.
Até que achei quem fizesse meu relaxamento bem, mas só isso! Escova? Nem pensar! Mantenho meu cabelo na escova, pq gosto e por praticidade tbm, mas EEEUU QUE FAÇO! Todas as vezes que fiz escova em salão, qdo cheguei em casa, refiz! Ngm consegue esticar a raiz devidamente kkkkk

Enfim…

É díficil achar lugar pra cuidar de cabelo afro se vc não morar em Salvador! kkk

Responder



Mah
2 de junho de 2013 às 11:52

Aff, quisera eu morar na Bahia! Aqui em SP ninguém sabe mexer em cabelo crespo direito. São raríssiomos os profissionais.
HAHAHA Sei bem como é isso da escova. AS PESSOAS NÃO COLOCAM A FORÇA NECESSÁRIA que o cabelo crepo precisa! Sério, chega a irritar! =(

Beijooooos

Responder



Larissa
5 de julho de 2013 às 19:33

Oi Maraisa tudo bem??
olha, te “conheci” a pouco, depois dos videos q vi no youtube, vc e a cinthya falando sobre cachos…bom não vou falar da minha trajetória pq eh triste hahaha… mas resumindo a novela, meu cabelo hj tah qaaase natural e eu gostaria de saber sobre alguns mitos do permanente… se eh verdade que não pode pentear, amarrar,essas coisas.. ah como comecei a ler agora os seus posts, se jah tiver um post desse tipo coloca o link please… muito grata pelas dicas e tudo mais qe vc compartilha…beijão da sua mais recente leitora,
Larissa!!

Responder



Mah
5 de julho de 2013 às 20:39

Oie, tudo bem sim e com você? =)
Sinceramente? Nunca falei sobre isso no blog!rs Eu parei de fazer permanente há 4 meses e ainda não sei o que farei com o meu cabelo. Sobre não poder pentear, eu não penteio meu cabelo quase nunca e não penteava quando fazia permanente. Não existe esta regra de “não poder”, você pode pentear durante o banho, mas cabelo cacheado não fica bom quando penteamos seco.
Claro que você pode amarrar o seu cabelo! \o/
Para falar a verdade, você pode fazer o que quiser, menos misturar outra química.
Beijoooooos

Responder



Larissa
6 de julho de 2013 às 16:34

Achei um “especialista em cabelos afro” aqui na minha cidade… vou tirar todas as minhas duvidas com ele e se caso o teste de mecha der certo faço um permanente e venho aqui contar se deu certo… Muito obrigada por responder…te achei super simpática rs ;) … um beijo

Responder



Mah
6 de julho de 2013 às 16:49

Oieee! Imagina, sempre respondo! Depois me fala sim o que achou e se ele tirou todas as suas dúvidas!
Beijoooos

Responder



Cíntia Corrêa
16 de julho de 2013 às 22:33

Bom, acho que uso produtos químicos (relaxamento, alisamento e até progressiva) desde que me conheço por gente rs. Acho fiz meu primeiro relaxamento com uns 10 anos. Mas agora eu cansei, cansei de não ser quem eu sou, quero meu cabelo natural de novo. Na verdade, eu nem sabia mais como ele era, com isso, resolvi cachear…pensei em fazer permanente afro e tudo mais. Porém ao deixar ele crescer naturalmente percebi que ele é lindo todo cheio de cachinhos. Qual era o meu problema? Meu cabelo não precisa ser liso. Ou seja, estou na fase de transição, metade do cabelo cacheado e a outra metade liso (progressiva), então tem dia que é tenso, não tenho tempo para arrumar e já saio de casa chateada, mas, dessa vez, eu não vou desistir! Acho que estou nessa luta desde setembro de 2012 e acho que amanhã (17/07) será um dia muito especial, pois resolvi: amanhã vou cortar rs! Tenho algumas dúvidas ainda referente aos produtos que usarei daqui pra frente, pois acredito que será meio que na tentativa e erro, mas já comprei a linha completa plant cachos marcantes da natura e ando lendo todos os posts pra escolher algum leave-in líquido para usar com o cabelo seco, mas não sei nem por onde começar rs, já que nunca usei isso. Bom, depois eu tento enviar uma foto do antes e depois rsrs. Muito obrigada pelas dicas, são extremamente úteis pra mim.

Responder



Mah
21 de julho de 2013 às 00:01

Oi Cíntia! Só consegui responder agora seu comentário, me desculpe! Deu certo o corte? Como ficou? Você está se sentindo bem? No começo é bem estranho, mas depois a gente se acostuma!

Beijoooos

Responder



Cíntia Corrêa
21 de julho de 2013 às 12:52

Olá…Ficou ótimo rs. Eu adorei. Mandei algumas fotos para o email que eu achei ai em cima em “contato”. Mas eu gostei muito e nem fiquei chocada como eu achei que ficaria. Cortei com o Julio Crepaldi e adorei o trabalho dele, ele entende mesmo de cabelo crespo. Bom, novamente, muito obrigada pelas dicas. Beijo

Responder



Mah
22 de julho de 2013 às 17:40

Ishh, não recebi seu email =/
EU AMO O JULIOOOOOOOOOOOO! Ele manda muito bem!

Beijoos

Responder



Billie
13 de agosto de 2013 às 17:10

Eu tenho cabelo crespo, na vdd sofri mto quando era criança com preconceito da minha propria familia, eu era a unica assim, minhas tias (com seus cabelos lisos) criticavam tanto meu cabelo eu era mto pequena mas me lembro de tudo q elas falavam e sofria, minha mae nao falava mas sentia q ela tinha uma certa decepção por meu cabelo ser assim, meus colegas me xingavam de cabelo de bom bril e bruxa do 71, até meu irmao menor aprendeu a ser assim e me xingava tbm, nossa isso doia mto quando se é criança vc nao sabe se defender direito. E nao sei pq eu achava que quando crescesse meu cabelo seria liso rsrs, acho q alguem deve ter me falado isso.

Minha mae uma vez usou um alisante no meu cabelo e eu quase fiquei careca pq so tinha 7 anos e o cabelo quebrou todinho, ela ficou com mendo e passou a enrolar meu cabelo naqueles “bobes” pior q eu ficava assim o fim de semana todo, nao sei oq era pior e nao tinha mta paciencia ai entao parei de fazer isso, passei boa parte de adolescencia com meu cabelo preso 24hs por dia, cheguei a um ponto de ficar so de coque, imagina uma adolescente de 13 anos usando um coque de vovó. Ai um dia um colega da escola me perguntou o tamanho do meu cabelo eu disse q ela era quase na cintura ele disse nossa e pq vc vive com ele preso.

Ai entao comecei a alisar meu cabelo(com aqueles cremes fedorentos) e voltei a usar os famosos bobes (so q nao saia de casa) isso com uns 15 anos. Depois teve uma epoca q todas as cabelereiras da minha rua faziam escova por 5,00 kkkk ai fui la eu fazia toda semana mas sentia q nao ficava mto bom sem falar q sempre tinha q ficar ouvindo os comentarios delas dizendo q meu cabelo era dificil de escovar e tal e sempre elas queimavam mto minha cabeça, entao eu mesma comecei a fazer escova em casa e mudei o alisante passei a usar guanidina pq sentia q agride um pouco menos uso ate hoje.
Infelizmente virei escrava do secador e da chapinha toda semana e a cada 3 meses o alisamento.
Já pensei em deixar ele natural mas nao consigo ele fica mto armado alto ele nao enrola nao tem forma nenhuma entao eu escovo e deixei ele mais curto tbm pra facilitar na hora da escova. Agora ele tá mto quebrado to dando um tempo no alisamento ja tem quase 6 meses q nao uso nada mas ainda faço a escova.
Bom o preconceito acabou tbm se alguem falar alguma coisa eu dou logo a resposta q merece uhum, mas nao posso negar que queria q ele tivesse uma forma mais definida q fosse pelo menos cacheado ou ondulado.
Mas enfim só quem tem cabelo crespo é que tem uma historia pra contar sobre ele kkkkkkk

Responder



Mah
19 de agosto de 2013 às 20:42

E que história hein? Concordo com você, só quem tem cabelo crespo sabe o que é cuidar dele. =/

Responder



Carla
3 de setembro de 2013 às 00:15

Já ouviu falar de Deva curls e rotina no poo? O permaneten + Deva devem deixar seus cabelos baphonicos. beijos.

Responder



Adriana
28 de outubro de 2013 às 16:33

Adorei seu post, você tem um rosto muito lindo e dou apoio total pra vc deixar seu cabelo como Deus quis!
Sou totalmente o oposto do seu biotipo, meu cabelo é loiro e bem liso, e nunca usei química nem tingi, mas é um problema, pois pra quem ama liso não sabe que praticamente todo liso é oleoso e exige muitos cuidados especiais.
Além disso, qualquer coisa dá alergia e agora, que o cabelo começa a branquear, não sei que produto usar pra não ficar coçando!
Cada um sabe a alegria e a dor de ser quem é!
Acho um exagero a adoração dos cabelos lisos!!!
Amei suas fotos!
Abços!

Responder



Mah
30 de outubro de 2013 às 23:09

Muito obrigada Adriana! =)
Realmente, as pessoas julgam e nem sabe o trabalho que temos com os nossos cabelos né? =/
Beijos

Responder



jaqueline andrade
20 de novembro de 2013 às 14:44

Oie linda, Hoje estava procurando videos que falasse sobre cabelos com permanente afro e encontrei o seu vídeo de cremes para cabelos crespos, cacheados e com permanente, adorei. Eu também faço permanente afro em casa mas uso o da Analéa.
Também já passei por varias químicas de de jovem henne,alisamento e antes de entrar na faculdade tb não estava me agradando com o meu cabelo fui no salão e fiz o permanente e deu super certo e até hoje não fico sem ele. Agora que estou gravida fica mais difícil pois o cabelo esta crescendo naturalmente e estou fazendo muita hidratação para fortificar, então é isso bjos.
Adorei seu canal do youtube já me escrevi e o seu blog.
Jaqueline Andrade.

Responder



Mah
24 de novembro de 2013 às 17:18

Oie!
Amei seu comentário Jaqueline. =)
Hoje eu parei com o permanente e estou com o cabelo natural.

Beijooos

Responder



Marina Chiappina
4 de dezembro de 2013 às 19:01

Olá Maraisa, conheci seu blog através da Kah e estou aqui pela primeira vez. Adorei seu blog e vou voltar sempre aqui! :) Gostei muito de ler e ver os vídeos sobre sua trajetória. Me identifiquei muito porque também estou em transição, quero parar de pintar, pintei de ruivo acobreado por um ano, meu cabelo é naturalmente loiro médio, estou sofrendo para tirar esses reflexos cobres do cabelo. Eu fiquei tão obcecada com o tom de ruivo perfeito que quando percebi meu cabelo estava acabado, estava todo quebrado por causa da química, eu pintava com ox de 30 e a tinta evolution da alfaparf de 15 em 15 dias, claro que ia dar bosta né, fora a grana violenta que eu gastei com salão. Decidi tirar essa tinta naturalmente deixando o cabelo crescer, porque não dava para fazer mais química. Estou sofrendo com essa raiz crescendo, mas estou aprendendo a lidar com isso, estou tentando recuperar meu cabelo. Química nunca mais! hahaha Parabéns pelo blog!

Responder



Mah
5 de dezembro de 2013 às 18:04

Oie! Seja bem vinda!
A gente faz um monte de coisa no cabelo e no final das contas acaba com a saúde dele né? Mas vai firme que você vai conseguir tirar esta cor, só é preciso paciência. (que na maioria das vezes a gente não tem! HAhaHha)
Beijoooos e obrigada pela visita!

Responder



Venina Luiza faria
11 de dezembro de 2013 às 17:18

Vamos entra nessa aventura de restaura os cabelos após anos de alisamento…

Responder



Mah
18 de dezembro de 2013 às 10:31

=)
Depois conta o resultado!
Beijos

Responder



barbara
24 de janeiro de 2014 às 22:09

esse salao que vc sitou no seu blog aq no rio de janeiro eu ja tratei meu cabelo la no inicio é maravilhoso cortei curtinho e ficou lindo e muito cacheado mais com o passar do tempo começou a ficar com as pontas lisas e eu sempre fui muito regrada só usava os produtos deles etc resolvi trocar e… kkkk fiquei quase careca entao ja estava prestes a voltar de ferias resolvi colocar implante mais agora vou tirar e vou fazer uma avaliaçao em um salao que faz permanente afro aquele do bigudim se deus quizer vou conseguir ter meus cachinhos novamente mais estou preocupada pq tenho certeza q nao vou conseguirficar sem o implante e com o cabelo sem quimica entao infelizmente se nao passar na avaliaçao vou ter que procurar um outro salao e ver no que vai dar bjs foi muito útil o seu depoimento

Responder



Mah
28 de janeiro de 2014 às 13:48

Nossa Barbara! Já li muitos comentários de meninas que também não se deram bem com o Beleza Natural! =/
Espero que dê certo agora o seu cabelo!
Beijos o obrigada pelo comentário!

Responder






Deixe seu comentário







#