Semana da Consciência Negra | Maraisa Fidelis

Mah / 20 nov,2017 /ETC

Olá pessoas lindas! Vamos tirar a poeira deste blog? E resolvi fazer isso com um especial “Semana da Consciência Negra”. Onde cada dia um convidado escreverá sobre assuntos pertinentes que nos rodeiam. Pessoas negras que admiro demais e que aceitaram participar com todo o carinho.

Para o post de abertura nada mais natural do que eu mesma escrever. Então vem comigo!

Eu, quando comecei a trabalhar, não era nenhum pouco engajada nas causas raciais. Sempre soube que existe racismo, sempre me entendi como mulher negra, mas não me aprofundava no assunto; não via as lacunas a serem preenchidas nesta sociedade, a herança que veio comigo.

Se lembram daquele filme 12 Anos de Escravidão? Então, eu já tinha começado a ler mais e estudar sobre minhas raízes, mas ficava apenas na leitura. Fui ao cinema com meu namorado assistir e não consegui ficar 30 minutos lá dentro. Eu comecei a chorar copiosamente e esconder o rosto atrás das mãos pedindo para Baby me tirar dali. Sthefano, que é branco, ficou completamente sem reação, me tirou do cinema e pediu mil vezes desculpas por querer assistir o filme comigo.

O que aconteceu comigo naquele momento? Eu simplesmente SENTI aquela dor. Eu senti que estava apanhando junto, eu senti que era com algum familiar meu. A FICHA CAIU. Depois disso fiquei mais lúcida e li uma constatação que me deixou pior ainda: Lembra no colégio quando a professora pedia para você falar a sua descendência? O povo falava “Sou descendente de italianos!” “Sou descendente de espanhóis” “Sou descendente de uruguaios”. Pois então! Eu só sabia o estado que meus avós nasceram e fim. Hoje eu sei o motivo de não ter o conhecimento da região ou países dos antepassados… eram escravos! A minha história foi roubada. A partir do momento que tiraram negros de suas terras, trouxeram para o Brasil e os escravizaram, eu perdi a minha ancestralidade. Eu perdi ali a minha história. De onde eu vim? Qual a minha mistura? Alguma bisa ou tataravó minha sofreu estupro? A qual povo eu pertenço na África?

Pois com esta lucidez eu passei a me posicionar, sempre que julgo necessário, em minhas redes. Ler, assistir vídeos, filmes, conversar com diversas pessoas, aprender, escutar, aprender e escutar mais e mais. Isso fez com que eu entendesse tudo que entendo hoje. E ainda tenho MUITO para aprender. Sou rasa, confesso, mas quando a gente se abre para aprender, tudo fica mais fácil.

Se entender como negra para mim é uma coisa, mas entender minha negritude (ancestralidade, heranças…) foi um processo que hoje me sinto confortável e aberta para falar.

Obrigada para quem esperou por este momento. Estamos aqui juntos e juntas.

Beijos
Mah

Testando: Base Mary Kay AtPlay

Mah / 19 out,2017 /Maquiagem

Olá pessoas lindas, tudo bom?

Vamos voltar com os posts neste blog? Ouvi um sim? Okay, obrigada. HAHAHAHAHAHAHAH
Bora falar de base? Base é vida! Base é algo maravilhoso! Base é um item que eu não me canso de usar, comprar ou testar. (Para quem não sabe, no meu canal do YT tem uma playlist chamada “Mah, a loka das bases” com vídeos de todas as bases que já testei.)

Hoje falarei da Mary Kay AtPlay: lançada recentemente, faz parte da linha “jovem” da marca. Por que jovem entre aspas? Porque não apenas mulheres jovens usam a linha, mas a proposta é algo mais divertido para garotas e jovens mulheres. Digamos que a Time Wise é a linha “adulta”. Mas a gente passa tudo no rosto não é meixmo?

De acordo com a marca

“A Base Líquida Matte AtPlay é apropriada para todos os tipos de pele e ajuda a controlar a oleosidade e o brilho por 8 horas. O produto oferece um acabamento matte instantâneo. Com fácil aplicação, seca rápido e ainda deixa uma sensação muito leve na pele.”

O primeiro ponto que PRECISO abordar é: seis opções de cores. Sendo que a minha cor, Deep Tan, é a penúltima. Isso quer dizer que existe um buraco entre a minha cor e a mais escura. Não sei se a marca trouxe seis cores de início para ver como o público recebia a base e tals, mas infelizmente isso não é benéfico para os diversos tons de pele negra. MAAAAS, preciso ser justa e dizer que Mary Kay foi a primeira marca que eu vi com muitos tons para pele negra com preço mais baixo (linha Time Wise). Isso quando as outras marcas ainda nem tinham se mexido para fazer bases descentes para pele negra (não aquelas que nos deixavam cinzas).

Segundo ponto que olhei foi: 29ml. Por que não 30ml Brasil? hahaha Vai! Curioso isso né? Mas okay, vamos lá observar se ela cumpre o que promete.

Testei por diversos dias para ver como ela se adaptava em climas mais quentes e também nos climas mais frios. É uma base bem líquida e de fácil aplicação! Não importa se você deseja usar as mãos, esponja ou mesmo um pincel, ela espalha sem dificuldades e é maravilhosa para formar camadas. Friso esta parte de camadas porque tem algumas bases que quando você vai aplicar a segunda camada acaba destoando e sua pele fica toda manchada. Com a AtPlay isso não acontece.

Tem uma fragrância gostosa e considero de média cobertura. De acordo com o seu gosto você pode deixar a cobertura maior ou mesmo diluir em algum creme de rosto para deixar mais leve. Tem acabamento matte confortável, ou seja, a pele fica sequinha mas nada de repuxar. Por isso é indicada para todos os tipos de pele.

Sobre segurar a oleosidade por até 8 horas não funcionou comigo. Para falar a verdade eu nem esperei que funcionasse porque a minha pele é extremamente oleosa e no máximo em uma hora o óleo já brota em algumas regiões específicas.

O que percebi foi que em todos os dias que passei ela no rosto, voltei para a casa IGUAL. Sim, um óleo aqui, outro ali, mas a base não saiu do meu rosto em momento algum. Sabe quando você volta com a mesma dignidade de quando saiu? Pois então! Achei sucesso de audiência.

O valor é R$49,90, esta eu ganhei da Joana do Futilidades. Achei o preço justo, honesto pelo que a base entrega. Fora que vez ou outra é possível encontrar promoções da marca.

Eu gostei MUITO do resultado em mim e continuarei usando. Indico demais para quem procura uma base com boa cobertura e um acabamento de plenitude. O único porém fica por conta de apenas seis tons disponíveis.

Foco no antes de depois:

Beijos
Mah

Finalmente meu blog novo!

Mah / /ETC

 

Deus! Vocês não imaginam o quanto esperei por isso! Vocês não tem uma noção da minha ansiedade, minha inquietação e, por muitos momentos, nervosismo por não sair como eu esperava.

Preciso confessar que não sou uma pessoa “das artes” e por isso, reformular o layout do Beleza Interior, era uma tarefa árdua para mim. Não sabia o que queria, como queria, onde queria. Eis que conheci o trabalho da maravilhosa Karina Beraldo e surgiu uma luz. Me encantei com as ilustrações dela e fui atrás para que desenhasse a minha arte. Deu certo! <3

Mas e o resto? O desenvolvimento do layout, a programação, aquelas coisas chatas, mudança disso daquilo, perceber que por eu não mudar há tanto tempo muitas coisas estavam obsoletas. JESUS ISSO LEVOU TEMPO PARA ARRUMAR!
Aí eu agradeço a Marie Publicidade (beijos Camila) que teve uma paciência absurda comigo com todas as mudanças feitas.

O layout não poderia ser mais a minha cara! Cores quentes, bem Maraisa, e algo simples de se navegar. Modificarei algumas categorias com o tempo e adicionarei outras para esta nova fase que inicio hoje.

Então é isso: Sejam bem vindos e bem vindas ou novo Beleza Interior (por Maraisa Fidelis)

Beijos
Mah

Novex Meus Cachos de Cinema | Embelleze*

Mah / 08 set,2017 /Cabelos, Publi

Finalmente Braseeeel! Finalmente falarei sobre esta linha UOU para cabelos crespos and cacheados: Novex Cachos de Cinema. De cara eu digo que adorei a embalagem dos produtos e a proposta da linha; fazer com que você tenha uma ótima experiência sensorial no banho e consiga assim, cabelos dignos de uma diva de cinema. Um ritual para você se sentir mesmo poderosa e pronta para atuar num longa metragem. hahahaha Sério, até o modo de uso está descrito como passos para alguma cena, sabem? Bem fofa e legal a ideia.

Outro ponto que preciso comentar é a fragrância. Sim, quem me conhece sabe que sou apegada a fragrâncias e esta é bem diferente das que estou acostumada. Um cheiro floral frutal delicado que fica nos fios e ao mesmo tempo espalha pelo banheiro no momento do uso. Ponto positivo porque é uma fragrância MUITO gostosa na minha opinião.

Agora falando da linha em si, são ao todo cinco produtos: shampoo, tratamento condicionante, creme de tratamento ultraprofundo, creme para pentear e manteiga ativadora de cachos. Por gentileza foquem nos ingredientes da composição: mix de óleos com argan, macadâmia, girassol, abacate, coco e linhaça. Além de conter manteiga de karité e queratina vegetal.

Vocês conseguiram focar nestes óleos todos? Porque eu não consegui pensar em outra coisa depois que li a composição. Uma mistura perfeita para quem tem cabelos crespos e cacheados e que precisam sempre de uma nutrição a mais.

Outro fator importante é as duas opções para finalizar os fios: creme para pentear e manteiga ativadora de cachos. Você pode usar os dois ou escolher de acordo com o seu momento capilar. Eu tenho paixão por manteigas, então ela é a minha preferida porque define, doa brilho e segura por diversos days afters. Porém, quando eu não quero definição extrema, uso lindamente o creme para pentear que tem uma consistência maravilhosa e deixa os fios macios e com brilho.

O shampoo é um caso a parte porque é hidratante, limpa sem ressecar, possui uma textura maravilhosa e eu indico para diversos tipos de cabelo. Shampoo hidratante é vida BRASEL!

AAAAAH como eu ia esquecer? Toda linha é liberada para quem segue as técnicas de low ou no poo. \o/

Beijos
Mah

Manteigas Ativadoras de Cachos | Embelleze*

Mah / 04 set,2017 /Cabelos, Publi

Sempre que falo sobre cabelo declaro meu amor por produtos nutritivos: óleos ou manteigas, os dois me deixam felizes por fornecer brilho e uma nutrição absurda para o meu cabelo.

Isso porque tenho os fios crespos e eles são naturalmente secos. A oleosidade natural da raiz não consegue chegar até às pontas por ser um fio muito espiralado e cheio de zigues-zagues. O que me resta? Nutrir o máximo que puder para deixar este fio brilhando e bem cuidado.

Eis que Embelleze lança Novex Meus Cachos Manteigas Ativadoras de Cachos em três versões. Se fossem duas eu já ficaria perdida na hora de escolher, mas três me deixou ainda mais perdida e feliz né? hahahaha

Vamos entender melhor o que cada manteiga faz:

* Pra Divar Se Joga no Brilho, com Cacau + Linhaça (roxa)
Como o próprio nome já diz, esta manteiga proporciona alto brilho aos fios. Ainda mais por conter linhaça na sua composição. Vocês se lembram do gel de linhaça que muitas de nós já fizemos em casa? Pois então, além de deixar os fios estruturados ele fornece um brilho imediato. Fragrância suave e não tão consistente.

*Pra Arrasar Se joga na Nutrição, com Karité e Abacate (verde)
Misturar karité com abacate só pode resultar em uma mistura altamente rica em lipídios perfeita para os fios secos ou ressecados. Fragrância leve, suave e muito, mas muito gostosa. Manteiga bem consistente e fixa os cachos por muito tempo, fazendo com que você tenha um maior número de day afters.

*Pra Lacrar Se joga na hidratação, com Coco e Oliva (rosa)
Esta realmente foi a manteiga que mais gostei. Mistura os princípios das duas acima (brilho e nutrição) e resulta em um produto bem consistente, hidratante, nutritivo e que doa muito brilho aos fios.

Foco no vídeo:

Cada embalagem vem com 320g de produto. No início pode parecer pouco, mas considerando a intensidade da nutrição e consistência, achei suficiente. As três são indicadas para todos os tipos de cachos, a diferença fica para o momento que o seu cabelo está passando. Cada momento, uma manteiga específica para deixar os fios lindos.

AH! Não, não deixa o cabelo gorduroso ou oleoso. E SÃO LIBERADAS! Não possuem sulfato, silicones, petrolatos ou parafina.

Vocês já usaram? Se sim, gostaria de saber a opinião! =)

Beijos
Mah

Imagem Publicidade

Novex É do Babado | Embelleze *

Mah / 29 ago,2017 /Cabelos, Publi

Olá pessoas lindas, tudo bom?

Na maioria das vezes eu mostro para vocês produtos indicados para o meu tipo de cabelo: crespo, cacheado, seco… Hoje venho mostrar um creme de tratamento indicado para TODOS os tipos de fios: Novex É do Babado da Embelleze. \o/

Pelo nome e embalagem, grande parte já percebe que é uma parceria da Embelleze com a Evelyn Regly. E eu já digo logo de cara que ACERTARAM MUITO neste produto! Sério, vem na minha que é sucesso. hahaha

“Produto desenvolvido com fórmula rica em nutrientes que proporcionam hidratação profunda, proteção, brilho, além de fortalecer a fibra capilar. São eles: azeite de oliva, complexo de aminoácidos, algas marinhas, manteiga de karite e phytokeratin que age como protetor e fortalecedor da fibra capilar.”

FOCO NO AZEITE DE OLIVA E NA MANTEIGA DE KARITÉ POR GENTILEZA. Sim, amor verdadeiro amor eterno por qualquer composição que contenha mais de um lipídio para meus fios! Vocês podem me perguntar se não pesa no cabelo e eu lhes digo que não. Aqui em casa eu dei para minha mãe e minha irmã testarem; mamãe alisa, minha irmã está em transição e eu pinto os fios. O resultado foi surpreendente no cabelo das três!

O que o seu fio precisa ele “sugará”, o que não precisa vai embora. Não importa se tem cabelo liso, cacheado, ondulado, alisado, com permanente, descolorido… Todos os tipos precisam de cuidados e nutrientes, o que difere é a frequência da aplicação (no meu caso uso com maior frequência por ter fios com coloração).

A textura é bastante consistente e preciso mencionar algo que me surpreendeu positivamente: pouco produto basta para obter resultado. Sou acostumada a pegar bastante creme porque meu cabelo é seco. Fui fazer isso com Novex É do Babado e percebi que exagerei! hahahaha Fiquei feliz porque mostra que o produto é “potente”, cumpre o que promete e renderá muuuuuito. Vem 1kg na embalagem e segundo a marca ele rende até 42 aplicações (tudo depende do tamanho do cabelo, volume e tals).

Como usar Maraisa? Entre o shampoo e o condicionador com uma pausa de 3 ou 10 minutos, você escolhe. Eu sempre gosto de deixar dez porque sinto que meus fios precisam, porém se você está com pressa, consegue um cabelo bem cuidado rapidinho!

Antes que me perguntem, ele não é liberado para quem segue as técnicas de low ou no poo. Eu já disse em alguns vídeos que faço a “minha” técnica. Vez ou outra lavo com sulfato, então me permito usar produtos não liberados. Ainda mais quando o resultado é UOU!

No final de tudo eu amei! Fragrância gostosa, delicada e que perfuma o banheiro, consistente, rende pra caramba, legal para todos os tipos de fios e no momento da aplicação você já sente o cabelo macio. Percebi brilho, hidratação, nutrição e muita maciez. Muito amor envolvido.

Se procura um creme de tratamento econômico e com ótimo resultado, indico de olhos fechados.

Beijos
Mah

 

Imagem Publicidade

Não sou o que você deseja que eu seja.

Mah / 28 ago,2017 /ETC

Nossa! Pera, deixa eu ler de novo  este título para ver se entendi. hahahahaha SIM! É isso mesmo! Eu, Maraisa Fidelis, não sou o que muitas pessoas que me seguem desejam que eu seja. “Mah, não entendi direito…..” bora lá:

Todo tipo de trabalho tem seu ônus e seu bônus. Na internet a gente pode trabalhar em casa, fazer o próprio horário, ficar de pijama maquiada para gravar vídeos, ou mesmo escrever de madrugada (como faço agora). Mas tem uma coisa que eu observo faz muito tempo: algumas pessoas esperam atitudes suas que não são da sua personalidade. Me fiz clara?

Essa coisa de não ter barreiras, não ter fronteiras, não ter filtros faz com que todo mundo dê opinião. É legal? É sim, mas tudo em exagero deixa de ser bacana (mamãe sempre diz isso). Aí que começam a cobrar comportamento que não é seu, que não combina com você ou mesmo que não tem nada com o seu conteúdo. “Maraisa fale sobre isso!” “Por que você não escreve sobre aquilo?” “Nossa, achei que você era diferente” “Todo mundo fazendo isso e por que você não faz?” “Grava um vídeo sobre assunto x quero saber o que pensa”.

Algumas vezes são sugestões normais como estamos acostumados. Mas outras não, são “pedidos” de forma tão imperativa como se eu tivesse a OBRIGAÇÃO de falar sobre o que a pessoa mencionou. Não é bem assim! Claro que se tenho um canal com um monte de gente que me segue eu posso falar de assuntos importantes e pertinentes como faço algumas vezes no meu insta (@blzinterior); mas não é uma obrigação entendem?

Por que não é obrigação Maraisa? Porque cada um tem o seu jeito e sua personalidade. Falo de beleza, permeio por autoestima, pela minha vida, pelo mundo em que vivemos (#ForaTemer), me “descobri” feminista, estou me aventurando nas modans, mas o que amo é conversar com vocês! Quando vejo pessoas impondo assuntos para mim ou mesmo para outras meninas blogueiras falarem acho tão desnecessário. Eu já li tantas coisas sobre outras bloggers apenas porque elas não comentaram um assunto que estava em voga. Eu vou apontar o dedo e julgar? Eu vou exigir uma opinião política dela? Eu vou condenar e xingar? NÃO! O trabalho dela não é este sacas?

Por isso eu digo: Não sou o que você deseja que eu seja. Mostro parte de mim na internet (não curto mostrar minha vida inteira, minha família e tudo mais), algumas vezes opino nas redes sobre acontecimentos, falo bastante coisa nos vídeos de #MahResponde, mas sou EU aqui dentro: Maraisa Fidelis. E euzinha aqui tenho minhas opiniões (que podem mudar porque somos seres em construção), valores, pensamentos e forma de levar a vida.

Que olhemos com mais cuidado e até um certo carinho para quem trabalha na internê. <3 Não é fácil agradar todo mundo e continuar na linha dos seus valores…

Mil beijos
Mah

Cuidando dos fios na transição | Meus Cachos Rituais Embelleze*

Mah / 11 ago,2017 /Cabelos, Publi

Logo eu, que já passei pela transição há anos, falarei sobre o assunto? COMO ASSIM MARAISA SUA LOKA? Pois a minha alegria está em compartilhar com vocês que minha irmã, Monalisa, ESTÁ NA TRANSIÇÃO BRASEEEEEL! Sim, depois de anos fazendo relaxamento, Mo decidiu parar, deixar o cabelo crescer natural e ver o que acontece.

Diferente de mim, ela não conseguiu cortar tudo de uma vez, fazer o famoso BIG CHOP. Super normal! A maioria das pessoas que conversam comigo sobre o assunto, preferem cortar aos poucos, conforme o crescimento dos fios, para não ficar com o cabelo curto demais.

Mas e aí? Como lidar com duas texturas em uma mesma cabeça? Como fazer com que a parte natural e a parte com química fiquem o mais uniforme possível e você consiga sair da rua sem receio ou se achando estranha?

Pois agora que entro com a linha Transição Capilar – Meus Cachos Rituais da Embelleze. São três produtos que ajudam nesta etapa de uma forma MUITO interessante! Primeiro vamos falar do gel:

Este Gel Texturizador já tem o nome autoexplicativo. Texturiza o fio que não se decide para que lado vai. hahaha. Você pode passar no cabelo e logo após fazer twists, enrolar mechas pequenas, ou qualquer outra texturização e esperar secar. Quando soltar o cabelo fica com o formato que “memorizamos” nele. Outra opção é usar após o seu creme para pentear. O gel ele fixará o cacho por muito mais tempo com definição e diminuindo o frizz.

Na sua composição tem óleo de rícino, de linhaça (que nutrem, ajudam a estimular o crescimento e definem o cacho), além da proteção solar.

Para falar do Equalizador para Dupla Textura e  do Realçador de Cachos Condicionante, assistam o vídeo abaixo que gravei com Monalisa:

Como puderam ver, os fios da Mo ficaram tão lindos que eu não me aguentava de tanta alegria. HAHAHAHA As pontinhas ainda serão cortadas, mas é visível a diferença que o Equalizador fez no cabelo dela. Ele é ideal para quem está neste meio termo: cabelo enrolado, cabelo alisado, cabelo indefinido… Com uma fragrância leve, textura um pouco consistente e nutritiva (por conter azeite de oliva, colágeno e óleo de linhaça), ele consegue penetrar nos fios, principalmente aqueles mais desidratados, e estimular o formato cacheado através da finalização que você fizer.

Falando do Realçador de Cachos Condicionante eu tenho vontade de carregar na bolsa! Percebi que ele é legal para TODOS os momentos dos cabelos crespos e cacheados, não apenas na transição! A embalagem possui válvula pump, o creme é bem fluido e extremamente cheiroso. Mas quando eu digo cheiroso, é CHEIROSO MESMO. (Tive que frisar esta parte porque eu amei a fragrância, sou aloka das fragrâncias. hahahahh) VOLTANDO: Você pode aplicar após a finalização, misturando com o seu creme para pentear, durante o dia se achar que o cabelo precisa ou no dia seguinte! Quando você acorda e precisa se arrumar rapidinho sabe? Eu tenho usado no meu crespo e amei. Também possui colágeno, óleo de linhaça e azeite de oliva na composição.

Agora uma informação bem importante: TODOS SÃO LIBERADOS! Livres de petrolatos, silicones, parabenos e sulfato. Um alento para quem não conseguia lidar com duas texturas e vivia com faixas, cabelo preso, coques…  \o/

Minha irmã usa todos os dias a linha e quando ela terminar a transição voltamos aqui para mostrar como o fio dela ficou!

Beijos
Mah

Imagem Publicidade

Por que uma mulher bem resolvida assusta?

Mah / 09 ago,2017 /ETC

Conversando com minhas amigas este assunto surgiu. Por qual motivo uma mulher bem resolvida, empoderada, bem sucedida, convicta de suas opções e estilo de vida assusta?

Algumas teorias apareceram e achei interessante falar por aqui:

*A atual geração de homens não está preparada para esta geração de mulheres. 

COMO ASSIM MARAISA? Calma que eu explico! Ainda mais se estes homens foram criados e acostumados a ter suas mães fazendo tudo para eles. Nós, mulheres da geração de 80 pra frente, fomos criadas para fazermos o que bem entendermos (não que antes não tivéssemos mulheres criadas assim, mas digo a maioria). Nossos pais nos deram escolhas e lá vamos nós para o mundo estudar e trabalhar com o que queremos sem aquela obrigação de casar e ser bela do lar. Fizemos nossas escolhas, cursamos o que desejamos e trabalhamos, a maioria, com o que desejou.

*Tivemos e temos que provar sempre o dobro.

Ah! Todo mundo bem sabe que mulher tem o salário menor do que o homem desempenhando a MESMA função. O que nos resta? Estudar mais e mais, ser a melhor, ler, pesquisar e não parar no tempo nunca. Tanto é que hoje o número de mulheres que terminam o ensino superior é maior do que o de homens. A nossa necessidade de estar mil vezes mais preparada fez com que avançássemos loucamente desde a Segunda Guerra; quando lá foram as mulheres às fábricas trabalhar para suprir o lar. Aí não paramos mais.

*Depois disso, o mundo ficou pequeno para nós.

Okay: Criadas para enfrentar o mundo de frente, estudando mais que os homens, aí uma coisa é certa: NINGUÉM SEGURA! O mundo fica pequeno e o céu é o limite. A gente começa a perceber que não é necessário estar em uma relação que não nos faz feliz porque nos bastamos. Pagamos nossas contas, compramos tudo que queremos e olhamos além.

Se isso não fosse o bastante, quando uma mulher demostra liberdade sexual, fala abertamente sobre o assunto, aí que o homem treme feito doido. “Como assim? Essa mulher é tão confiante! Qual será o meu papel ao lado dela?”

Sim, agora chegou a vez dos homens entenderam quem são estas mulheres, o que elas querem e que não possuem mais paciência para aquele discurso antigo onde o homem era o provedor, o predador e o único que lia jornal pela manhã antes de ir trabalhar.

Sobra conteúdo nessas mulheres, sobra força de vontade, sobra inteligência e desejo de se reinventar a cada minuto. Como lidar com tudo isso em um só corpo? Querido, é preciso força, coragem e compreensão. Porque as antigas mulheres são raridade; é mais fácil ficarmos felizes sozinhas do que suportando um relacionamento apenas para ter alguém.

Não tem mais aquela máxima “Por trás de um grande homem existe uma grande mulher” O negócio mudou, é andar ao lado. LADO A LADO.

E só para finalizar o meu post, quero muito que escutem uma música que eu amo e resume tudo isso: Miss Independent, Ne-Yo

Beijos
Mah

Um, dois, três e quatro dobro a perna e dou um salto!

Mah / 17 jul,2017 /ETC

Antes de começar gostaria que escutassem comigo esta música: A Bailarina de Lucinha Lins.

Agora vamos lá! Por que esta música? Porque lá atrás, quando eu tinha 8 anos de idade, teve uma apresentação no colégio e esta música tocou. Os alunos foram sorteados em grupos de profissões e eu não caí no grupo das bailarinas, eu dancei representando cantores de sertanejo. Sim, hoje com 28 anos ainda me lembro disso porque marcou demais: EU QUERIA FAZER A COREOGRAFIA DA BAILARINA! Eu fazia ballet no colégio! Frustradíssima. hahahaha

Parei com o ballet logo cedo porque a enxaqueca começou a aparecer. Então, bora deixar de escutar música muito alta; porém esta dança específica não saiu da minha cabeça em nenhum momento da vida. Vivo tentando me alongar o máximo que posso, quando tenho que pular de algum lugar tento cair no chão sem fazer barulho, e óbvio que alguns passos ficam na mente.

Vida passa, faculdade, idade adulta, trabalho, passa o tempo, saúde, melhor fazer alguma atividade física né? “Maraisa, vamos para a academia?” NÃO! Aquele clima, pré treino, esteira, equipamentos, bicicleta…. QUE TORTURA PARA MIM! Aí tento fazer na academia do prédio, mas cadê a vontade? É melhor porque não tem aquele monte de gente, mas ficar parada andando olhando para uma televisão? Por favor não!

Eis que me lembro do que? Sim! Do ballet! Um, dois, três e quadro dobro a perna e dou um salto! Vou dançar ballet de novo mas aceitam adultos? Uma amiga me fala do Anacã mas as unidades eram bem longe de casa; só de pensar em sair ficar um tempo no trânsito para dançar e voltar me dá preguiça (Confesso! Tenho ume preguiça tremenda de sair da minha aconchegante casa). O que acontece Brasil? Anacã abre unidade no Morumbi, posso ir andando! AAAAAHHH QUE FELICIDADE! Lá vamos nós com quase 30 fazer ballet para iniciantes com esta cara de alegria:

Sabe quando você vai para um lugar com prazer? Não quer perder uma aula? Quando você sai feito louca comprando collants de todos os modelos possíveis para ser a bailarina mais plena que puder? Essa sou eu agora. Uma felicidade estampada do rosto de quem conseguiu encontrar a atividade física que te traz motivação, que te desafia e te faz querer ser sempre melhor.

Isis é uma professora que te puxa em todos os sentidos: puxa pra cima, puxa para os lados, puxa a perna, puxa a coxa puxa o pé e puxa a aula. hahahaha Mas eu não poderia aprender com pessoa mais determinada! Ela me faz ficar assim. Claro que saí dolorida das primeiras aulas; entretanto, isso não é nada perto de um passo que você consegue realizar.

Sempre posto sobre minhas aulas no Insta e se quiserem seguir, sintam-se à vontade (@blzinterior). Voltarei aqui para contar como foram os dois primeiros meses, o que mudou em mim e no meu corpo com a dança.

Não sabia, mas dançar te alegra num nível que hoje, sugiro que todo mundo tente um dia. Bora?

Beijos
Mah