Por dentro da Glambox *

14
out

Hoje em dia existem diversas caixinhas que assinamos e recebemos mensalmente em casa né? Tenho certeza de que já ouviram falar da Glambox. Bora conhecer um pouco mais sobre ela e seus diferenciais?

A diferença da Glambox começa no fato dela ser uma caixinha com produtos premium nacionais e importados. São marcas legais, interessantes e que sempre dá aquela vontadinha de testar sabem?hahhaha. Após a assinatura você recebe mensalmente na sua casa cinco ou seis produtos, no tamanho regular ou miniaturas. Mas, como eu disse, este foi o começo! A proposta da Glambox vai além e o seu site é um clube onde as assinantes trocam experiências sobre os produtos, podem encontrar dicas de beleza, tutoriais, vídeos e ainda escrever o que acharam dos produtos que receberam.

É praticamente um fórum de beleza onde nós, vaidosas e loucas por novidades que somos, podemos encontrar conteúdo e ler comentários de produtos que recebemos ou ainda de outros produtos que não conhecemos. Eu acho legal porque muitas vezes a gente recebe ou compra algo que nem sabe como usar! Assim que receber a caixinha é só correr para o site, logar e usar tudo o que veio nela.

Dêem uma olhada na caixinha deste mês de outubro:

Além das vantagens que mencionei acima, a Glambox lançou neste segundo semestre a Glambox Mag. Uma revista eletrônica mensal, exclusiva para assinantes, que conta com matérias de lifestyle e beleza. As matérias de beleza contidas na Glambox Mag são sempre baseadas nos produtos do mês. Mais uma forma de aprender a usar novos produtos e se manter sempre informada.

Para conhecer melhor ou assinar a Glambox é só clicar aqui.

Beijos
Mah

Imagem Publicidade

 


Postado por Mah às 15:09 na(s) categoria(s) ETC

Você poderá gostar também de:





Livro: Vinte dias em coma

13
out

NOooosssa! Depois de algum tempo eu voltei para falar de livros! \o/ Hoje falarei de um livro espírita: Vinte dias em coma de Wilson Frungilo Jr. Não foi ditado por nenhum espírito, o autor criou a história baseada nos preceitos da religião. Quem não gosta de livros espíritas, espera o post da semana que vem, quem gosta, vem comigo!

Quando eu comprei este livro tinha acabado de ler Luar Peregrino do mesmo autor. (nossa, ainda não falei do Luar para vocês! LIVRO MARAVILHOSO.). Procurei pelo nome do autor, vi qual estava em promoção e comprei. Sou assim, sem critério algum! HAhAHAHhAhA =D

“Não se movia, não conseguia abrir os olhos, não falava… Mas ouvia tudo. E voltou… VINTE DIAS EM COMA comovente história de amor a nos comprovar que esse sentimento maior pode ser resgatado no coração daqueles que se propuserem a encontrar a felicidade, bastando o mágico toque da humildade, do perdão e da ternura. É o que narra este romance, demonstrando que um exame mais apurado sobre quem somos, e sobre os porquês da vida, pode nos transformar, levando-nos à plena felicidade, dentro dos caminhos da bondade e do amor. O leitor em muito se emocionará com os tocantes surpresas no desenrolar deste livro, onde a temática do intercâmbio entre os dois planos da vida é tratada sob cativante prisma. Enfim, uma obra que nos traz a certeza de que poderemos ser felizes desde que implantemos a felicidade ao nosso redor.”

O livro conta a história de Nestor, um empresário bem sucedido mas insuportável como pessoa. Trata a família e os funcionários mal, sempre é o dono da verdade, não demonstra amor pela sua esposa… Enfim, um homem intragável. Berenice, sua esposa, comenta com os filhos que quer a separação e eles aceitam porque sabem que a mãe merece ser feliz. Antes de Berenice comunicar Nestor da separação, ele sofre um acidente de carro e fica vinte dias em coma.

No período em que esteve em coma, Nestor não abria os olhos, não falava mas ouvia tudo o que falavam ao seu redor: tanto coisas boas quanto coisas ruins. Durante o sono, seu espírito desprende do corpo e ele começa a aprender e entender melhor a vida. Além disso ele percebe porque as pessoas que o cercam falam tanto mal dele enquanto ele está na cama.

Ele tem alta, vai para casa e sua esposa decide esperar a melhora para pedir o divórcio. Nestor fica calado por muito tempo e a família acha que ele realmente nunca mudará. Será????

Não posso escrever mais se não conto o livro todo. hahahha Ele é curto e tem uma leitura super fácil. Sinceramente eu esperava mais da história, é algo bem previsível que a gente já sabe o final. Eu gosto de livro que já sei o final, mas eu não gosto de já saber o meio também. Este é um livro que se bobear já sabemos ele todo. Mas isso vale para quem já conhece a Doutrina Espírita. Se você ainda não conhece, os acontecimentos serão uma surpresa.

Não me lembro quanto paguei, e no final não amei o livro não. =/

Beijos
Mah

 


Postado por Mah às 17:02 na(s) categoria(s) ETC

Você poderá gostar também de:





Um amor puro, não sabe a força que tem…

10
out

Toda vez que eu penso na minha Mell o coração se enche de alegria, dá vontade de voltar pra casa e apertar meu Fedô até não poder mais. Mell Fidelis (sim, ela tem sobrenome) nasceu em março de 2003 e chegou por aqui em maio, como presente de Dia das Mães para a minha mãe. Minha avó materna faleceu no ano anterior e a minha mãe não estava trabalhando na época. Meu pai trabalhava o dia inteiro, eu e minha irmã estudávamos e ela ficava em casa sozinha. Mell chegou como uma companheira para mamãe e desde o começo soube que era dela, tanto que se está com alguma dor ou fome vai atrás da mamãe para pedir.

Ela não demorou nada para aprender a fazer xixi no lugar certo, só demorou a latir. A gente até achava que ela era muda porque não latia por nada neste mundo. Um dia resolvemos irritá-la, para ver se dava certo…. só sei que depois de muito tempo ela deu uma latidinha toda desafinada e foi a alegria da casa! =D

Mell está presente em todos os momentos de nossas vidas. Em 2010 meu pai teve um AVC e ficou internado durante um mês. Neste um mês nós filmávamos a Mell e levávamos para o papai no hospital. Todos os dias que eu chegava em casa ela ficava na porta esperando o papai chegar. Quando finalmente ele voltou a gente sentiu a emoção que a Mell sentia!  Além disso o meu pai precisava de fisioterapia, movimentar o lado direito do corpo que foi afetado. Adivinha quem sempre estava por perto quando ele fazia a fisio? Quem enfiava a cabeça embaixo da mão direita dele pedindo carinho? Ela ajudou e muito na recuperação do meu pai!

Ao mesmo tempo que precisamos da Mell, ela precisa da gente. Em 2007 teve problema de coluna e não movimentava as patinhas traseiras. Foi um bom tempo de tratamento e remédios para ela melhorar. Em 2011 ela comeu um bicho e ficou toda inchada, lá vamos nós correr para o veterinário. Este ano apareceu um tumor na mama dela e lá estávamos nós no veterinário, na cirurgia e no pós operatório. Castração, ração, roupinhas, cobertores, carinho e mais carinho. A Mell faz parte da casa, é a terceira filha da minha mãe (não é a toa que o nome dela começa com a letra M, perceberam? Monalisa, Maraisa e Mell. hahahha), é praticamente uma pessoa pela qual a gente faz TUDO.

Mas por que esta história da Mell? Porque eu aceitei participar de uma blogagem coletiva sobre a guarda responsável, sem receber nada por isso. Sou uma pessoa que ama animais, principalmente cachorros. E infelizmente, em datas como Dia das Crianças e Natal, muitas pessoas resolvem dar um animal “de presente”. Acontece que com este presente vem muuuuuitas coisas que diversas pessoas não imaginam! Como eu disse, o animal faz parte da família e exige cuidados como vacinação, ida periódica ao veterinário, alimentação adequada, higiene….

Sabiam que muitos dos animais abandonados na rua são frutos de uma guarda irresponsável? Sim! A pessoa tem o animal e depois o larga por aí, quando percebe o trabalho que ele dá, quando ele faz algo que a pessoa não gosta, ou mesmo quando fica velhinho. Mell está hoje com 10 anos e percebemos que aumentamos a frequência no veterinário, mas faz parte! Não quero nem pensar que um dia a perderei, mas ela sabe que nós estaremos ao lado dela até o fim, fazendo o possível e o impossível pela sua saúde e felicidade.

Além da guarda responsável, é importante frisar a importância da adoção. Animais, muitas vezes mal tratados, esperam um lar para receber amor e atenção. Depois que a Mell chegou aqui em casa, eu já quis adotar outros cachorros, mas moro em apartamento e não tenho espaço. =/
Mas, podemos ajudar algumas ONG’s! A marca de rações Max Alimentos tem um programa chamado Max em Ação. Em cada pacote de ração da marca a gente encontra um vale ração que podemos doar para a ONG que quisermos ou depositar nos pet shops cadastrados. Confesso que nunca comprei ração da Max para a minha Mellzinha, mas depois de saber disso, vou passar a comprar!

Para finalizar: 1. Amo a primeira foto que postei! Ela está olhando para a câmera comigooooo! 2. O título do post é música Um amor puro do Djavan, acho que ela traduz em muitos momentos o amor incondicional que a Mell tem por nós.

Beijos
Mah


Postado por Mah às 9:21 na(s) categoria(s) ETC

Você poderá gostar também de:





Escritas Aleatórias

07
out

Fiquei com vontadinha de conversar! HAhahahhA Tá, sei que não é conversar porque vocês não respondem na hora, mas resolvi escrever algumas coisas sem ordem alguma que passam pela minha cabeça, pode ser? Claro que pode!  =D

- Sabem a música Anjos (Pra quem tem fé) do Rappa? Estou ouvindo praticamente todos os dias! Acho a letra simplesmente LINDA e muito verdadeira (na minha visão). Não importa a religião, eu acho que se você tem fé, consegue superar qualquer coisa na vida.

- Recebi fotos da transição de diversas leitoras e estou escolhendo as minhas. O post vai ao ar ainda esta semana! Se você quiser mostrar a sua transição do liso ao enrolado, do quimicamente tratado ao natural, ou qualquer outra transição que tenha te deixado melhor consigo mesma, mande email para mim no contato@blzinterior.com.br. Estou adorando ver as fotos de vocês!

- Por falar em transição, estou bem mais feliz com o meu cabelo! Meu namorado me viu uns três dias depois do corte e adorou! Confesso para vocês que pensei por um momento que ele não gostaria, mas quando ele me viu deu um sorriso que me deixou bem mais confiante! Sim, a opinião dele conta MUITO para mim

- Não fiz o vídeo de Favoritos do mês de setembro por dois motivos: 1. A minha câmera resolveu fazer a louca e tá com mal contato no cabo. 2. Usei praticamente as mesmas coisas do mês anterior, um vídeo só com três coisas não seria tão interessante.

- Tenho o casamento do irmão do Baby mês que vem e estou pensando na maquiagem, no penteado e no vestido que usarei. Acho que vou fazer um post depois para vocês assim como eu fiz da minha formatura! O casamento será no Rio e passarei alguns dias nesta cidade tão linda. (Acho o Rio lindo, mas não conseguiria morar um mês lá! Amo a loucura de SP).

- Estou um pouco indignada por estarmos em outubro. OUTUBRO! Como o ano passou tão rápido? Como eu não vi tudo isso? Só de pensar que mês que vem a gente começa os preparativos de Natal me dá coisas.

- Parei de fazer os posts com livros que eu li por puro esquecimento. Continuo lendo e tenho alguns para postar, mas sei lá eu o que aconteceu que esqueci! Este domingo eu volto a colocar dicas de livros para vocês. O último que li foi Um dia e nem chorei tá? Um monte de amiga falando que eu choraria mas não brotou nenhuma lágrima. Talvez eu chore com o filme.

- Por fim, uma perguntinha: Vocês sentem falta de qual tipo de post aqui no blog?

Beijo beijo beijo =*
Mah

(obs.: Pareço criança na foto do post né? hahahahah)

 


Postado por Mah às 15:40 na(s) categoria(s) ETC

Você poderá gostar também de:





Das coisas que eu sonho fazer antes dos 30

03
out

Nossa Maraisa, mas você tem 24 anos! Mas a nossa vida é cheia de sonhos né? Eu pelo menos sempre tenho sonhos novos! Para ser bem sincera, todo final de ano eu penso o que fiz, o que deixei de fazer e  o que farei no ano seguinte. Anoto algumas coisas e colo na porta do meu armário. Sei lá, na minha cabeça isso é bom para dar um rumo na vida, para ajudar a focar nos meus objetivos…

Me lembro quando estava no colégio e pensava fazer um monte de coisa antes dos 25 anos. Ano que vem faço 25 e deixei de fazer algumas coisas, outras eu fiz e ainda fiz outras que nem imaginava fazer! Eis que me peguei pensando no que eu quero fazer antes dos 30 anos de idade; tenho 5 anos quatro meses para isso. Quero dividir com vocês e espero realizar estes sonhos.

- Dirigir
Siiiim! Parece uma coisa boba para algumas pessoas, mas eu tenho um pavor enorme em pegar no volante e já disse isso para vocês. Não sofro muito por não saber dirigir, eu me viro muito bem com ônibus, metrô e táxi. Mas é aquela coisa: sabe-se lá quando eu precisarei dirigir… e também é uma independência! Preciso procurar aquelas escolas para pessoas que têm medinho como eu. =(

- Casar
Bom, já estou namorando há quase oito anos (completa oito em dezembro), e quando eu estiver com 30 já serão 14 anos! NÃÃÃÃÃOOOO…. não pode isso Brasil! hahaahaha Quero casar antes dos trinta para poder ficar um tempo sem filhos, só eu e o Baby passeando, viajando, jantando fora, sem muitas preocupações. Ah! Para vocês terem uma noção, quando eu era pequena queria casar com 20 anos e ter filho com 24. HAHAHAHHAHAHAHA

- Comprar meu ap com o Baby
Se eu quero casar eu preciso de casa não? Preciso de apartamento, porque não quero morar em casa não, prefiro morar em prédio. Aí eu volto em um outro post que comentei sobre o casamento vir após a compra do apartamento, porque eu realmente não quero morar de aluguel. Então o que fazemos? Economizamos! Foco no nosso lar doce lar.

- Viajar para fora do Brasil
Nunca viajei para fora do Brasil e confesso que este é um sonho que grita muito dentro da minha cabeça. Grita a cada momento que assisto um filme legendado e fecho os olhos para treinar o inglês, grita a cada momento que vejo ibagens, grita a cada momento que vejo os preços das coisas aqui no Brasil. Quero muuuuito fazer isso antes dos 30. =)

- Ter um filho?
Rá! Ponto de interrogação! HAHaHaHAhahah Olha, hoje eu não quero ter filho não, mas se eu conseguir fazer TUDO que eu descrevi acima e estiver bem, eu engravido sim com 29 anos. Mas se eu não fizer as coisas, prefiro deixar para os 31 ou 32… =)

Eu sei que quando eu completar trinta, farei outra listinha com as coisas para fazer antes dos 40, mas aí a gente pensa depois né? E se eu não fizer nada do que escrevi aqui, espero ao menos estar feliz e com saúde, porque isso é o que mais importa!

E vocês? Algum sonho gritando na cabeça para ser realizado?

Beijos
Mah


Postado por Mah às 10:50 na(s) categoria(s) ETC

Você poderá gostar também de: