Você é o que achou que seria?

13
fev

Semana do meu aniversário, meu ano novo chegando e isso me faz refletir…. HAHAHHAHA

Sempre que estou na internet escuto música. Mas não as que estão na moda, vou caçar umas bem do fundo do baú e esses dias lembrei dessa:

“Sei lá, tem dias que a gente olha pra si e se pergunta se é mesmo isso aí, que a gente achou que ia ser quando a gente crescer. [...] Sei lá, tem tanta coisa que a gente não diz. E se pergunta se anda feliz com o rumo que a vida tomou: no trabalho e no amor. Se a gente é dono do próprio nariz…”

Pra quem não conhece é Já é! do Lulu Santos e se não me engano já foi trilha sonora de alguma novela (bateu preguiça de pesquisar qual novela era essa). Foquei neste trecho porque foi o que ficou na minha mente e combina demais com este meu momento “pré aniversário”. Todo ano penso o que eu fiz, o que quero fazer e qual foi o resultado das minhas decisões tomadas.

Mas, isso eu não levo apenas para o aniversário. Acho que muitas pessoas param e se perguntam a mesma coisa. Porque eu, NUNCA ACHEI NA MINHA VIDA QUE SERIA BLOGUEIRA QUANDO CRIANÇA! Hahahahhahahaa. Para falar a verdade, eu quis fazer medicina por muitos anos, depois mudei para publicidade e no fim acabei fazendo marketing. Sou muito feliz com a minha formação e profissão, e quando olho pra trás penso: “Que rumo doido a vida da gente toma!”

Sobre as coisas que a gente não diz, eu peco pelo contrário: FALAR DEMAIS. Sim, praticamente tudo que vem na minha cabeça eu falo ou escrevo em emails e sim, sofro consequências por não ficar calada. Isso é legal por um lado, porque sou uma pessoa bem verdadeira (dá para ver no meu rosto se algo me desagrada), então sempre falo a verdade para minhas amigas,  sou bem franca mesmo. Mas por outro lado…. Imaginem uma pessoa assim no trabalho? É preciso respirar, segurar, engolir alguns sapos e isso a gente aprende levando na cabeça. Mas, vamos lá, aprendendo todos os dias.

Agora a melhor parte de tudo isso é que eu, consegui me tornar dona do meu próprio nariz bem rápido! Não, isso não quer dizer sair de casa, morar sozinha, casar ou mesmo ter um baita salário. Na minha cabeça isso quer dizer se entender a tal ponto que você consiga ser feliz sozinha. Sabe quando dá vontade de bater perna sozinha? Ir ao cinema sozinha? Ou mesmo ficar sozinha no quarto curtindo você mesma e o seu eu lírico? Pois então, para mim isso que é ser dono do próprio nariz. Você se basta e qualquer pessoa que chegue perto irá apenas transbordar esta alegria, agregar e não te fazer dependente. 

Sim, dei algumas voltas no devaneio de hoje, mas achei tão legal este trecho  da música porque me fez pensar desde quando eu era pequena e o que pensava que era ser adulto. Claro que na minha cabeça infantil tudo era muito mais fácil, mas na minha cabeça de hoje, com 27 anos de idade, as coisas não são tão difíceis assim. As coisas PODEM ser mais fáceis se quisermos e fizermos por onde. A escolha, é sempre nossa.

Ah! E o que acontece no caminho, que foge do nosso controle, tenha a CERTEZA que só está ali porque somos capazes de superar.

Beijos
Mah


Postado por Mah às 12:08 na(s) categoria(s) ETC

Você poderá gostar também de:





O que você passa adiante?

20
jan

Estava aqui pensando em qual seria meu próximo texto no blog. Eis que algo bem inesperado acontece comigo, eu até postei no Instagram:

Passei Lush este final de semana caçando o Rose Jam, gel de banho que amo. Eis que em duas das lojas que fui (Morumbi e Higienópolis), comprei algumas coisas e saí completamente inspirada. O motivo? Olhem o que tá escrito neste cartão: "Nós colocamos um presentinho extra para você hoje… Apenas porque imaginamos que você gostaria. Isso irá te animar para fazer seus próprios atos aleatórios de bondade. Nós esperamos que isso te deixe feliz também. Sinta-se livre para passar adiante e fazer seu próprio ato aleatório de bondade." #PasseAdiante Vocês entenderam? Pegaram esse gesto? Não é publi coisa nenhuma, e nem porque ganhei um produto. Eu fiquei encantada e emocionada porque gentileza e bondade "do nada" está raro. Por isso fiquei inspirada… pequenos gestos podem mudar tanta coisa. ❤️ O que já fizeram de bom hoje e de coração para alguém? #PraPensar #ParabénsLush #AmoDeGraça #MarcelaDoMorumbiÉUmAmor #PassareiAdianteComCerteza #TemPromoNaLoja #Corre #Dicas

Uma foto publicada por Maraisa Fidelis (@blzinterior) em


Resumindo: Eu estava completamente louca atrás do Rose Jam, um gel de banho da Lush que amo. Aí a loja me deu um de 100ml com este cartão na foto que eu transcrevi na legenda. E vale mencionar que isso acontece esporadicamente com os clientes. OU SEJA: Não se trata de publicidade e não fizeram comigo porque eu tenho um blog (mesmo porque eu não ando na rua falando “Oi eu tenho um blog!” hahahahahhaha)

Depois deste gesto, lembrei de algo que aconteceu comigo lá no final do 2014. Estava no ponto de ônibus esperando um que nunca passava e DO NADA caiu o mundo. Uma chuva louca com vento, eu sem guarda chuva, toooooda arrumadinha e o povo se molhando lindamente no ponto. Comecei a conversar com uma mulher e ela me diz:
- Você vai pra onde?
– Vou lá no Higienópolis.
– Eu vou na Av Angélica um pouco antes, vamos dividir um táxi?
– Eu estou sem dinheiro aqui, só tenho cartão… muito obrigada mesmo, mas não posso.
– Eu tenho 20 reais, acho que não dá mais que isso. Desço e você continua até o shopping.
– Mas eu não posso aceitar isso! Como eu não vou pagar nada?
– Imagina! A gente tem horário, estamos as duas atrasadas e um dia você faz o mesmo por alguém.

Essas últimas palavras me quebraram “um dia você faz o mesmo por alguém”.

O que eu tenho feito pelas pessoas? O que você tem feito pelas pessoas que aparecem na sua vida? O que você passa adiante? São perguntas pertinentes e que me fiz durante esta semana inteirinha. Qual a mensagem que você deixa quando passa pela vida de cada um?

Sei lá, questiono muito a minha função neste mundo e acho que passar gestos gentis, sorrisos, pequenas alegrias para os outros não nos custa nada. Um boa noite para aquele funcionário do Cinemark que fica na sala esperando todo mundo sair. Vocês já viram que praticamente NINGUÉM fala boa noite para ele? Eu sempre faço questão de falar porque é uma pessoa! Está ali trabalhando e o povo finge que não existe, que é invisível. Poxa, para né?

Não, eu não sou um exemplo de educação e gentileza a ser seguido que nunca erra. Mas eu tento ao máximo enxergar todo mundo que passa pelo meu caminho, foi assim que meus pais me ensinaram. Desde a senhora que está no banheiro do shopping até a diretora de uma marca de cosméticos. Todas são pessoas, e como tais tem sentimentos, problemas e estão passando por uma batalha que a gente nunca saberá. Um sorriso as vezes pode mudar o dia de alguém, Já tentou?

Todos os dias quando acordo agradeço por estar viva, abençoo minha vida, minha família, meu trabalho. Depois disso, se vou para rua, tento passar o melhor da minha energia, porque tudo, TUDO, que emanamos volta para a gente. Tento passar adiante amor, sorrisos, gentileza, conversas bobas com quem está visivelmente carente e até conversas mais profundas com quem está disposto. Se deixar eu fico horas conversando com uma pessoa que nunca vi na vida, mas vejo que depois os dois saem enriquecidos desta conversa. =)

Cada um tem o seu motivo para estar aqui. Sua missão, sua meta, seu objetivo. O que você está fazendo para tal? O que você está passando adiante para os outros? Qual a lembrança você deseja deixar na vida das pessoas? Um ótimo questionamento para esta sexta-feira não?

Beijos
Mah


Postado por Mah às 7:33 na(s) categoria(s) ETC

Você poderá gostar também de:





Objetivos, metas, viagens, bens materiais. É tão importante assim seguir o que dizem?

09
jan

Sabe, eu converso muito com algumas amigas sobre isso: Para que estamos neste mundo? Qual a finalidade? Para que vivemos, trabalhamos, ganhamos dinheiro e compramos coisas? Uns vão me responder: “Para viajar o mundo!” outros “Para comprar a casa própria” há ainda aqueles que dirão “Para dar aos meus filhos o que eu não pude ter.”. As respostas são variadas, e sabem porquê? Simplesmente porque a realidade e as vontade são diferentes. SIMPLES. Não existe certo e errado quando o assunto é SONHO.

Eu sou uma pessoa completamente caseira, mas caseira num nível que posso passar cinco dias tranquilamente sem sair. Se eu puder fazer TUDO dentro de casa eu faço: compro mil e uma coisas pela internet e saio em extrema necessidade. Viajar? Confesso que vou à trabalho e a lazer não me apetece os olhos como de muitas pessoas. Gosto de voltar logo para minha casa, meu canto, meu refúgio secreto. Sim, quero conhecer alguns países, mas não o mundo todo, quero conhecer culturas, no meu caso, quero conhecer religiões. O que mais me encanta é como cada um lida com o Sagrado (eu sempre disse isso). Aí eu volto no começo e digo que estamos neste mundo por um motivo: Para aprender o que não fomos capazes na vida passada; mas isso já envolve religião e não vou me estender nesta parte.

“A vida é muito curta para não viajar o mundo” “A vida é muito curta para viver de tal forma” “A vida é muito curta para não fazer x coisa”. A VIDA É MUITO CURTA PARA DITAR REGRAS QUE NÃO CABEM A TODOS. Sonhos são individuais, desejos são individuais, metas são individuais, pessoas são individuais (jura? hahahha)

Tudo bem se você não tem um pingo de vontade de viajar para fora. Tá tudo bem também se você não tem vontade de ter filhos. Tá tudo maravilhoso se você quer uma bicicleta ao invés de um carro. Está tudo tranquilo se você prefere construir a sua casa do zero no seu nome. Sabe por quê? Porque este é o SEU sonho. Então viva para ele, viva em função dele, viva intensamente correndo atrás daquilo que não sai da sua cabeça nem por um minuto.

No meu caso, vou abrir o core com vocês: Quero, antes do meio do ano, aprender a dirigir e a nadar. Sim, eu não sei nadar porque tenho pavor de água. Isso vem desde pequena e creio eu de vidas passadas (vocês sabem como acredito nessas coisas). Só de entrar na água eu já começo a me desesperar. Já comecei as aulas com a minha irmã e estou orgulhosa de mim! O próximo passo é perder o medo de dirigir. Sim, também tenho pavor de colocar a mão no volante. Eu já dirigi algumas vezes, mas depois que bati o carro nunca mais quis pegar nele.

Então lá vou eu enfrentar meus medos, e realizar estas minhas duas vontades que por mais bobas que pareçam aos olhos de alguns, é enorme dentro de mim. 

Oh, às vezes aquelas frases motivacionais de Instagram não motivam porcaria nenhuma e só fazem você dar um nó na sua cabeça. Quer viver bem? Bora seguir pessoas que mostram a realidade, que não enfeitam tanto o mundo e que não pintam uma vida perfeita; sim! Essa mesma que não existe! Acreditem, a vida não é perfeita, ninguém acorda maquiada, as pessoas não recebem produtos porque são legais e tudo envolve trabalho.

Foca na sua, siga seu coração e as frases feitas e motivacionais (que eu mesma costumo postar no insta) que se danem! (tá, nem sempre. Eu posto umas frases bonitinhas vai!? HAHHAHHA) O que importa na vida é A SUA VONTADE. O resto? Ahhhh que se exploda! <3 (coração para parecer fofinha)

Beijos
Mah


Postado por Mah às 9:57 na(s) categoria(s) ETC

Você poderá gostar também de:





Lá vamos nós 2017!

03
jan

Eu sou uma pessoa um tanto quanto reticente nas festas de final de ano. Uma ótima desculpa para isso seria o meu signo: aquário. Não gosta do comum, é diferente, do contra, foge as regras e futurista. Mas não colocarei a culpa no meu signo, e sim no meu modo de pensar.

Na minha cabeça o Ano Novo é individual. Cada um tem o seu e ele começa no seu aniversário. Meu ano começará no dia 17 de fevereiro (anotaram? obrigada. HAHHAHHA). Aí sim meu novo ciclo inicia, uma nova jornada e um ano novinho para aprender e entender como a vida funciona. Penso que a virada de dezembro para janeiro é mais um simbolismo e um fechamento de ciclo feito pelos homens. Conseguem me entender? Férias, novos planejamentos no trabalho, crianças passando de ano, tudo encaixado nesta virada.

Eu não desejo um ano melhor, eu desejo que nós sejamos melhores. Que nós acordemos todos os dias sem aquela vontade de adiar um sonho, uma meta ou mesmo um objetivo simples. Que concretizemos aquelas listas de 2014 e 2015, que escutemos uns aos outros sem pré julgamentos porque este mundo já está de pernas para o ar.

Como em 2016 não vou fazer listinha de metas porque eu sou péssima em cumprí-las. HAHAHAHAHAHA Vamos deixar a vida levar e ver no que dará este ano de “recuperação”. Porque 2015 e 16 foram tensos hein?

Sobre o blog, ainda estou no processo de mudança de layout, mas o Beleza Interior mudará um tiquinho. Não falaremos apenas de produtos como fiz por todos estes anos, vou escrever também alguns devaneios que surgirem em minha mente seja qual for o assunto. Além de sempre colocar vocês pra cima de alguma forma. Porque em um mundo cheio de padrões, não sou eu que estimularei mais ainda.

Que venha 2017 com ideias novas, pessoas novas e oportunidades novas. Ah! E mente sempre aberta.

Beijos
Mah


Postado por Mah às 11:27 na(s) categoria(s) ETC

Você poderá gostar também de:





Por que devo ser perfeita aos seus olhos?

28
nov

Antes de ler este texto, indico a leitura do “Eu cansei de me justificar que a Jo do Futilidades escreveu no mês de agosto. Eu li umas três ou quatro vezes, amei, compartilhei e  percebi que essa vigília alheia deu uma aumentadinha comigo recentemente.

COMO ASSIM MARAISA? Bora!

Desde quando comecei a escrever o blog quis passar para todos uma mensagem: que você é perfeito, que você é linda e lindo do jeito que Deus te fez. Sim, falo de produtos, de consumo, mas sempre mostrando que temos infinitas possibilidades sem sermos reféns de nada. Principalmente neste mundo que te enfia guela a baixo imagens e mais imagens de mulheres magérrimas, corpos sarados, cabelos longos lisos sem um fio fora do lugar ou cachos super ultra mega definidos. Minha real intenção? Mostrar que você pode e deve se sentir uma pessoa maravilhosa independente do que digam lá fora; usando a maquiagem, os cosméticos, tudo ao seu favor. Lembrando sempre que no final é você e o seu espelho. Certo? Certo.

Eis que ano passado eu resolvi mudar a cor do meu cabelo. Queria clarear aos poucos até ficar um loiro bem claro; e foi o que fiz! No primeiro vídeo com o cabelo novo o julgamento já começou: “Tanto tempo com o fio natural e você estraga pintando?” “Esta cor não combinou com você!” “Eu não gostei” “Achei que ficou feio”.

Quando clareei mais ainda, no final do ano passado, a coisa deu uma piorada nos comentários: “Negra querendo ser loira? Aff!” “Preta não combina com esse cabelo” “Qual a necessidade disso?” “Achei horrível!”…. Okay. Agora serei um tico grossa: QUANDO EU PERGUNTEI A OPINIÃO DE ALGUÉM? “Mas Maraisa sua loka! Você trabalha na internê e tals, está sujeita a isso!” Percebam uma constante nos comentários: sempre escrevem com a opinião própria, não perguntando se eu eu gostei ou se eu me senti bem porque afinal, era o MEU cabelo que estava em jogo não? Mas o negócio é escrever “EU não gostei”. O pior é falar que negra não combina com loiro. HA HA HA Por favor né gente? Negra só pode usar o cabelo da cor natural é? Menos, bem menos porque não trabalho com paciência para tolice de gente hipócrita.

Não sou de ficar quieta e sempre respondo esses tipos de comentários porque a gente não sai na rua falando na cara dos outros tudo o que pensamos. Então respondo mostrando que o que importa é a pessoa estar feliz. Legal. Passou.

Aí voltamos para os padrões que a mídia como um todo nos impõe. Sempre perfeita, sempre intacta, nenhum fio do cabelo fora do lugar, sobrancelha perfeita, micropigmentaçPERA! Lá vou eu para a micropigmentação. Tenho algo contra? NÃO! Eu já fiz um monte de coisa no meu rosto: eletrocauterizacão, laser, ácido polilático…. Adoro usar os avanços deste mundo para nos favorecer desde que eu queria. A última “moda” é falar que você precisa de micropigmentação para ter as sobrancelhas perfeitas (digo moda porque já perdi as contas de quantas vezes li isso). E quem disse que eu quero ser perfeita? Quem disse que eu quero simetria em algo que NUNCA será simétrico? Por que essa neura em olhar para os outros e apontar defeitos que VOCÊ enxerga e querer dar “dica de amiga” para a pessoa mudar a aparência?

Entendem o que eu digo? Entendem onde eu quero chegar? Isso não é apenas sobre o que eu, Maraisa, leio nos meus comentários. É sobre o fato das pessoas passarem a se preocupar mais com a aparência dos outros do que com a delas próprias. A sobrancelha tem que estar perfeita, não pode engordar muito, o cacho tem que ser definido, o cabelo tem que ser longo… Ah! Esqueci desta parte! Cortei o cabelo e lá vem: “POR QUE VOCÊ FEZ ISSO??” Porque eu quis? Nos vemos reproduzindo o discurso padrão que a mídia quer colocar na nossa cabeça mesmo sem perceber. Pra que padronizar as mulheres? Pra que ter um monte tudo igual do mesmo jeito com o mesmo estilo e escrevendo da mesma maneira?

Por que a blogueira tem que ser magra de cabelos longos com fotos e feed perfeito estampando uma vida que não é real? Jura que vocês preferem ver uma invenção, uma edição da realidade para viver essa utopia quando entra nas redes sociais? Sei lá, para mim isso era um meio de nos aproximarmos, um meio de conversarmos e vermos que todos somos iguais. Mas parece que esta distância, esta devoção, este fanatismo (como acho exagero isso de fã) tomou conta e as pessoas gostam.

Eu não sou perfeita, não pretendo ser e não prego isso nem ferrando! Quero mostrar que sou real com meus dias bons e dias ruins. Não sorrio o tempo todo, não tenho o cacho perfeito e NUNCA terei, não sou a louca da dieta, não tiro fotos com mil produções e não quero parecer modelo para ninguém. Blog era um canal para aproximar e não separar, não tornar a vida da blogueira aquela coisa linda e maravilhosa cheia de glamour que aconteeu.

“Tá Maraisa, então o que esperar de você?” EUZINHA! HAHAHAHHAHAH Minha sinceridade, minhas legendas toscas no Instagram, minhas fotos aleatórias mesmo não tendo sei lá eu quantos mil likes, minha opinião quando o assunto for pertinente e, principalmente: Vontade de fazer vocês gostarem de si como são. Vamos tacar maquiagem? VAMOS! Vamos pra dermato? VAMOS! Vamos ao salão? VAMOS! Mas antes de qualquer coisa vamos olhar no espelho e entender que Deus sabe o que faz e se você se sente foda, nada nem ninguém vai te colocar para baixo. Muito menos um comentário imbecil da internê.

O meu único foco de vida é a minha família. De resto a gente vai ajustando. E por favor, sem cobrar da coleguinha porque você não sabe um terço do que ela passa. Aparência é subjetivo: o que você acha lindo alguém acha feio, o que você acho horrível alguém acha maravilhoso. Respeito nénom?

Beijos
Mah


Postado por Mah às 10:59 na(s) categoria(s) ETC

Você poderá gostar também de: